Google Translate Widget by Infofru

Author Site Reviewresults

Edital IB/AAcad/27/2022

A Egrégia Congregação do Instituto de Biociências da USP, em sua 476ª reunião ordinária realizada no dia 27/10/2022, aprovou as inscrições dos Drs. Fausto Erritto Barbo, Pedro Lorena Godoy, Délio Pontes Baeta da Costa, Roberta Pacheco Damasceno, Roberta Graboski Mendes, Rachel Montesinos Martins Pereira, Cristiano de Campos Nogueira, Mariana Mira Vasconcellos, Leonardo de Oliveira, Felipe Silva de Andrade, Fernanda de Pinho Werneck, Thaís Barreto Guedes da Costa e Thais Helena Condez e indeferiu a inscrição do Dr. Sergio Marques de Souza (ausência do verso do título de eleitor) no concurso público para o cargo de Professor Doutor junto ao Departamento de Zoologia, área “Sistemática e Evolução de Répteis e Anfíbios”. A Congregação também decidiu que a Comissão Julgadora será constituída por dois docentes do Departamento de Zoologia e três docentes externos ao Departamento. Em votação, foi indicada a seguinte Comissão Julgadora – Titulares: Antonio Carlos Marques, Professor Titular do Departamento de Zoologia do IB-USP; Mônica de Toledo Piza Ragazzo, Professora Doutora do Departamento de Zoologia do IB-USP; Cristina Yumi Miyaki, Professora Associada do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB-USP; Denise de Cerqueira Rossa-Feres, Professora Associada da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, campus de São José do Rio Preto; Ana Paula Carmignotto, Professora Associada da Universidade Federal de São Carlos. Suplentes internos ao Departamento de Zoologia do IB-USP: 1º) Renata Pardini, Professora Doutora; 2º) Elizabeth Höfling, Professora Titular aposentada; 3º) Silvio Shigueo Nihei, Professor Associado; 4º) Naércio Aquino de Menezes, Professor Titular aposentado. Suplentes externos ao Departamento de Zoologia do IB-USP: 1º) Luís Fábio Silveira, Professor Associado do Museu de Zoologia da USP; 2º) Sònia Cristina da Silva Andrade, Professora Doutora do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB-USP; 3º) Mário César Cardoso de Pinna, Professor Titular do Museu de Zoologia da USP; 4º) Maria José de Jesus Silva, Pesquisadora VI do Instituto Butantan; 5º) Felipe Franco Curcio, Professor Associado da Universidade Federal de Mato Grosso; 6º) Mariana Freitas Nery, Professora Associada da Universidade Estadual de Campinas; 7º)  Dalton de Souza Amorim, Professor Associado da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da USP; 8º) Tatiana Teixeira Torres, Professora Associada do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB-USP; 9º) Roberto Esser Reis, Professor Titular da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; 10º) Alexandre Reis Percequillo, Professor Titular da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP.

 

Edital IB/AAcad/26/2022

A Egrégia Congregação do Instituto de Biociências da USP, em sua 476ª reunião ordinária realizada no dia 27/10/2022, aprovou as inscrições dos Drs. Maria Fernanda Laranjeira da Silva, Juliana Ide Aoki, Ricardo Aparecido Baptista Nucci e Mariana Martins Chaves no concurso público para o cargo de Professor Doutor junto ao Departamento de Fisiologia, área “A relação Leishmania-hospedeiro sob a ótica das ‘ômicas’”. A Congregação também decidiu que a Comissão Julgadora será constituída por dois docentes do Departamento de Fisiologia e três docentes externos ao Departamento. Em votação, foi indicada a seguinte Comissão Julgadora – Titulares: Débora Rejane Fior Chadi, Professora Associada do Departamento de Fisiologia do IB-USP; Fernando Ribeiro Gomes, Professor Associado do Departamento de Fisiologia do IB-USP; Merari de Fátima Ramires Ferrari, Professora Associada do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB-USP; Daniel José Galafasse Lahr, Professor Associado do Departamento de Zoologia do IB-USP; Lygia da Veiga Pereira Carramaschi, Professora Titular do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB-USP. Suplentes internos ao Departamento de Fisiologia do IB-USP: 1º) Renata Guimarães Moreira Whitton, Professora Titular; 2º) Pedro Augusto Carlos Magno Fernandes, Professor Doutor; 3º) Maria Aparecida Visconti, Professora Associada; 4º) Zulma Felisbina da Silva Ferreira, Professora Doutora. Suplentes externos ao Departamento de Fisiologia do IB-USP: 1º) Deborah Schechtman, Professora Associada do Instituto de Química da USP; 2º) Marie Anne Van Sluys, Professora Titular do Departamento de Botânica do IB-USP; 3º) Frederico José Gueiros Filho, Professor Associado do Instituto de Química da USP; 4º) Luiz Ricardo Orsini Tosi, Professor Associado da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP; 5º) Samuel Goldenberg, Pesquisador Titular do Instituto Carlos Chagas; 6º) Otávio Thiemann, Professor Associado do Instituto de Física de São Carlos da USP; 7º)  Adriano Defini Andricopulo, Professor Titular do Instituto de Física de São Carlos da USP; 8º) Edmundo Carlos Grisard, Professor Titular da Universidade Federal de Santa Catarina; 9º) Clara Lucia Barbieri Mestriner, Professora Associada da Universidade Federal de São Paulo; 10º) Maria Carolina Quartim Barbosa Elias-Sabbaga, Pesquisadora VI do Instituto Butantan; 11º) Camila Indiani de Oliveira, Professora Adjunta da Fundação Bahiana para o Desenvolvimento das Ciências.

 


ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO PÚBLICO DE TÍTULOS E PROVAS VISANDO O PROVIMENTO DE 1 (UM) CARGO DE PROFESSOR DOUTOR NO DEPARTAMENTO DE GENÉTICA E BIOLOGIA EVOLUTIVA DO INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

O Diretor do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo torna público a todos os interessados que, de acordo com o decidido pela Congregação em sessão ordinária realizada em 26/08/2022, estarão abertas, pelo prazo de 30 (trinta) dias, com início às 8 horas (horário de Brasília) do dia 15/09/2022 e término às 18 horas (horário de Brasília) do dia 14/10/2022, as inscrições ao concurso público de títulos e provas para provimento de 1 (um) cargo de Professor Doutor, referência MS-3.1, em Regime de RDIDP, claro/cargo nº 1240285, com o salário de R$ 13.357,25 (03/2022), junto ao Departamento de Genética e Biologia Evolutiva,  na área de conhecimento “Genética Humana e Médica” com ênfase em “medicina translacional com destaque em xenotransplante e reconstrução de órgãos”, nos termos do art. 125, parágrafo 1º, do Regimento Geral da USP, e o respectivo programa que segue:

1) Engenharia genética em xenotransplantes.

2) Embriologia e clonagem animal.

3) Infraestrutura e manejo de animais geneticamente modificados para transplante de

órgãos.

4) Novas abordagens em sistemas de edição gênica voltados para o xenotransplante.

5) Células tronco pluripotentes induzidas em medicina regenerativa.

6) Bioimpressão 3D em medicina regenerativa.

7) Organóides em medicina regenerativa.

8) Novas abordagens em engenharia genética na compatibilidade e tolerância em

Transplantes.

9) Bases e aplicações da proteômica e metabolômica em medicina e biologia humana.

10) Bases da resposta imune em transplante de órgãos e tecidos.

O concurso será regido pelos princípios constitucionais, notadamente o da impessoalidade, bem como pelo disposto no Estatuto e no Regimento Geral da Universidade de São Paulo e no Regimento do Instituto de Biociências.

1.      Os pedidos de inscrição deverão ser feitos, exclusivamente, por meio do link https://uspdigital.usp.br/gr/admissao  no período acima indicado,  devendo o candidato apresentar requerimento dirigido ao Diretor do Instituto de Biociências, contendo dados pessoais e área de conhecimento (especialidade) do Departamento a que concorre, anexando os seguintes documentos:

I – memorial circunstanciado e comprovação dos trabalhos publicados, das atividades realizadas pertinentes ao concurso e das demais informações que permitam avaliação de seus méritos, em formato digital;

II – prova de que é portador do título de Doutor outorgado pela USP, por ela reconhecido ou de validade nacional;

III – prova de quitação com o serviço militar para candidatos do sexo masculino;

IV – título de eleitor;

V – certidão de quitação eleitoral ou certidão circunstanciada emitidas pela Justiça Eleitoral há menos de 30 dias do início do período de inscrições;

VI – comprovação de vacinação contra a Covid-19 (esquema vacinal completo) e de eventuais doses de reforço.

§ 1º - Elementos comprobatórios do memorial referido no inciso I, tais como maquetes, obras de arte ou outros materiais que não puderem ser digitalizados deverão ser apresentados até o último dia útil que antecede o início do concurso.

§ 2º - Não serão admitidos como comprovação dos itens constantes do memorial links de Dropbox ou Google Drive ou qualquer outro remetendo a página passível de alteração pelo próprio candidato.

§ 3º - Para fins do inciso II, não serão aceitas atas de defesa sem informação sobre homologação quando a concessão do título de Doutor depender dessa providência no âmbito da Instituição de Ensino emissora, ficando o candidato desde já ciente de que neste caso a ausência de comprovação sobre tal homologação implicará o indeferimento de sua inscrição.

§ 4º - Os docentes em exercício na USP serão dispensados das exigências referidas nos incisos III e IV, desde que as tenham cumprido por ocasião de seu contrato inicial.

§ 5º - Os candidatos estrangeiros serão dispensados das exigências dos incisos III, IV e V, devendo comprovar que se encontram em situação regular no Brasil.

§ 6º - O candidato estrangeiro aprovado no concurso e indicado para o preenchimento do cargo só poderá tomar posse se apresentar visto temporário ou permanente que faculte o exercício de atividade remunerada no Brasil.

§ 7º - No ato da inscrição, os candidatos portadores de necessidades especiais deverão apresentar solicitação para que se providenciem as condições necessárias para a realização das provas.

§ 8º - Para fins do inciso VI, ressalvado o disposto no § 9º, serão aceitos como comprovante:

1. o cartão físico de vacinação fornecido no posto onde a pessoa foi vacinada;

2. o certificado nacional de vacinação de Covid-19, disponível no aplicativo ou na versão web do Conecte SUS Cidadão (https://conectesus.saude.gov.br/home);

3. o certificado digital de vacinação contra a Covid-19 disponível no aplicativo Poupatempo Digital;

4. eventuais passaportes da vacina instituídos pelo Poder Público, desde que seja possível verificar sua autenticidade.

§ 9º - Excepcionalmente, caso o candidato esteja dispensado de receber vacinas contra a Covid-19 por razões médicas, deverá apresentar documentação apta a comprovar a dispensa, a qual será analisada pelas instâncias competentes da Universidade, indeferindo-se a inscrição na hipótese de a documentação não se prestar à dispensa pretendida.

§ 10 - É de integral responsabilidade do candidato a realização do upload de cada um de seus documentos no campo específico indicado pelo sistema constante do link https://uspdigital.usp.br/gr/admissao, ficando o candidato desde já ciente de que a realização de upload de documentos em ordem diversa da ali estabelecida implicará o indeferimento de sua inscrição.

§ 11 - É de integral responsabilidade do candidato a apresentação de seus documentos em sua inteireza (frente e verso) e em arquivo legível, ficando o candidato desde já ciente de que, se não sanar durante o prazo de inscrições eventual irregularidade de upload de documento incompleto ou ilegível, sua inscrição será indeferida.

§ 12 - Não será admitida a apresentação extemporânea de documentos pelo candidato, ainda que em grau de recurso.

2.      As inscrições serão julgadas pela Congregação do Instituto de Biociências, em seu aspecto formal, publicando-se a decisão em edital.

Parágrafo único – O concurso deverá realizar-se no prazo de trinta a cento e vinte dias, a contar da data da publicação no Diário Oficial do Estado da aprovação das inscrições, de acordo com o artigo 134, parágrafo único, do Regimento Geral da USP.

3.      As provas constarão de:

I – julgamento do memorial com prova pública de arguição - peso 4 (quatro);

II – prova didática - peso 3 (três);

III – apresentação do projeto de pesquisa, entregue na inscrição ao concurso, com prova pública de arguição - peso 3 (três).

§ 1º - A convocação dos inscritos para a realização das provas será publicada no Diário Oficial do Estado.

§ 2º - Os candidatos que se apresentarem depois do horário estabelecido não poderão realizar as provas.

§ 3º - Nos termos do art. 5º da Portaria GR 7687/2021, é obrigatória a comprovação de vacinação contra a Covid-19 (esquema vacinal completo) e de eventuais doses de reforço em todas as atividades desenvolvidas nos campi da Universidade, ficando eliminados os candidatos que não atenderem a essa exigência.

4.      O julgamento do memorial, expresso mediante nota global, incluindo arguição e avaliação, deverá refletir o mérito do candidato.

Parágrafo único – No julgamento do memorial, a comissão apreciará:

I – produção científica, literária, filosófica ou artística;

II – atividade didática universitária;

III – atividades relacionadas à prestação de serviços à comunidade;

IV – atividades profissionais ou outras, quando for o caso;

V – diplomas e outras dignidades universitárias.

5.      A prova didática será pública, com a duração mínima de quarenta e máxima de sessenta minutos, e versará sobre o programa da área de conhecimento acima mencionada, nos termos do artigo 137 do Regimento Geral da USP.

I – a comissão julgadora, com base no programa do concurso, organizará uma lista de dez pontos, da qual os candidatos tomarão conhecimento imediatamente antes do sorteio do ponto;

II – o candidato poderá propor a substituição de pontos, imediatamente após tomar conhecimento de seus enunciados, se entender que não pertencem ao programa do concurso, cabendo à comissão julgadora decidir, de plano, sobre a procedência da alegação;

III – a realização da prova far-se-á 24 (vinte e quatro) horas após o sorteio do ponto as quais serão de livre disposição do candidato, não se exigindo dele nesse período a realização de outras atividades;

IV – o candidato poderá utilizar o material didático que julgar necessário;

V – se o número de candidatos o exigir, eles serão divididos em grupos de, no máximo, três, observada a ordem de inscrição, para fins de sorteio e realização da prova;

VI – quando atingido o 60º (sexagésimo) minuto de prova, a Comissão Julgadora deverá interromper o candidato;

VII – se a exposição do candidato encerrar-se aquém do 40º minuto de prova, deverão os examinadores conferir nota zero ao candidato na respectiva prova.

6.        A prova de apresentação do projeto de pesquisa com prova pública de arguição  consistirá no julgamento de projeto de pesquisa, em que serão considerados sua adequação às linhas de pesquisa da Unidade, seu enquadramento à área existente do Departamento e sua viabilidade à luz da infraestrutura existente na Unidade. Essa prova deverá ser realizada na forma de diálogo, não devendo exceder 60 (sessenta) minutos para a totalidade dos examinadores e 60 (sessenta) minutos para o candidato.  

7.      Ao término da apreciação das provas, cada candidato terá de cada examinador uma nota final que será a média ponderada das notas por ele conferidas, observados os pesos fixados no item 3.

8.      As notas das provas poderão variar de zero a dez, com aproximação até a primeira casa decimal.

9.      O resultado do concurso será proclamado pela comissão julgadora imediatamente após seu término, em sessão pública.

10.   Serão considerados habilitados os candidatos que obtiverem, da maioria dos examinadores, nota final mínima sete.

11.   A indicação dos candidatos será feita por examinador, segundo as notas por ele conferidas.

12.   Será proposto para nomeação o candidato que obtiver o maior número de indicações da comissão julgadora.

13.   A posse do candidato indicado ficará sujeita à aprovação em exame médico realizado pelo Departamento de Perícias Médicas do Estado – DPME, nos termos do Artigo 47, VI, da Lei nº 10.261/68.

14.   A nomeação do docente aprovado no concurso, assim como as demais providências decorrentes, serão regidas pelos termos da Resolução nº 7271 de 2016.

15.   O docente em RDIDP deverá manter vínculo empregatício exclusivo com a USP, nos termos do artigo 197 do Regimento Geral da USP.

16.   O concurso terá validade imediata e será proposto para nomeação somente o candidato indicado para o cargo posto em concurso.

17.   O candidato será convocado para posse pelo Diário Oficial do Estado.

18.   Maiores informações bem como as normas pertinentes ao concurso, encontram-se à disposição dos interessados na Assistência Técnica Acadêmica do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, localizada na Rua do Matão, travessa 14, número 321, Cidade Universitária, São Paulo - SP, Prédio da Administração, ou por meio do email (academica@ib.usp.br).

  

Edital IB/AAcad/23/2022

 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

O Diretor do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo torna público a todos os interessados que, conforme aprovação do Conselho Técnico-Administrativo  em 19/08/2022, estarão abertas por 60 dias, no período das 8h (horário de Brasília) do dia 02/09/2022 às 18h (horário de Brasília) do dia 31/10/2022, as inscrições para o processo seletivo para a contratação de 01 (um) docente por prazo determinado, como Professor Contratado III (MS-3.1), com salário de R$ 2.315,33, referência: mês de março de 2022, com jornada de 12 horas semanais de trabalho, junto ao Departamento de Genética e Biologia Evolutiva, área “Licenciatura”, nos termos da Resolução nº 5.872/10 e alterações posteriores, bem como das Resoluções nº 7.354/17 e 8.002/20 e dos princípios constitucionais, notadamente o da impessoalidade.

1. Os membros da Comissão de Seleção serão indicados pelo Conselho Técnico-Administrativo do Instituto de Biociências após o término do período de inscrições e de acordo com os termos das Resoluções nº 7.354/17 e 8.002/20.

2. Os pedidos de inscrição deverão ser feitos, exclusivamente, por meio do link https://uspdigital.usp.br/gr/, no período acima indicado, devendo o candidato apresentar requerimento dirigido ao Diretor do Instituto de Biociências, contendo dados pessoais e Área de conhecimento (especialidade) a que concorre, acompanhado dos seguintes documentos:

I. Documento de identificação (RG, CRNM ou passaporte);

II. CPF (para candidatos brasileiros);

III. Prova de que é portador do titulo de Doutor, outorgado ou reconhecido pela USP ou de validade nacional;

IV. Memorial circunstanciado e comprovação dos trabalhos publicados, das atividades realizadas pertinentes ao certame e das demais informações que permitam avaliação de seus méritos, em formato digital.

2.1. Não serão recebidas inscrições pelo correio, e-mail, fax, ou qualquer outro meio.

2.2. No ato da inscrição, os candidatos portadores de necessidades especiais deverão apresentar solicitação para que se providenciem as condições necessárias para a realização das provas.

2.3. Para fins do inciso III, não serão aceitas atas de defesa sem informação sobre homologação quando a concessão do título de Doutor depender dessa providência no âmbito da Instituição de Ensino emissora, ficando o candidato desde já ciente de que neste caso a ausência de comprovação sobre tal homologação implicará o indeferimento de sua inscrição.

2.4. Não serão admitidos como comprovação dos itens constantes do memorial links de Dropbox ou Google Drive ou qualquer outro remetendo a página passível de alteração pelo próprio candidato.

2.5. É de integral responsabilidade do candidato a realização do upload de cada um de seus documentos no campo específico indicado pelo sistema constante do link https://uspdigital.usp.br/gr/, ficando o candidato desde já ciente de que a realização de upload de documentos em ordem diversa da ali estabelecida implicará o indeferimento de sua inscrição.

2.6. É de integral responsabilidade do candidato a apresentação de seus documentos em sua inteireza (frente e verso) e em arquivo legível, ficando o candidato desde já ciente de que, se não sanar durante o prazo de inscrições eventual irregularidade de upload de documento incompleto ou ilegível, sua inscrição será indeferida.

2.7. Não será admitida a apresentação extemporânea de documentos pelo candidato, ainda que em grau de recurso.

3. O processo seletivo terá validade imediata, exaurindo-se com a eventual contratação do(s) aprovado(s).

4. Atribuição da função: o(s) candidato(s) aprovado(s), ao ser(em) contratado(s), deverá(ão) ministrar a(s) seguinte(s) disciplina(s):

I.  Biologia Molecular para Licenciatura - BIO 0441

5. A seleção será realizada seguindo critérios objetivos, por meio de atribuição de notas em provas, que serão realizadas em uma única fase por meio de sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância, na seguinte conformidade:

  1. Julgamento do memorial com prova pública de arguição (peso 4)
  2. Prova Didática (peso 3)

5.1. As provas serão realizadas por meio de sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância.

5.1.1. É de integral responsabilidade do candidato a disponibilização de equipamentos e de conexão à internet adequados para sua participação em todas as provas e etapas do certame.

5.1.2. Aos examinadores que estejam a distância será permitido avaliar e arguir nas mesmas condições que seriam oferecidas aos examinadores presentes no local do certame.

5.1.3. Na eventualidade de problemas técnicos que impeçam a adequada participação de qualquer examinador ou do candidato, a prova realizada por sistema de videoconferência ou outros meios eletrônicos será suspensa.

5.1.4. Se a conexão não for restabelecida no prazo de trinta minutos, o certame será suspenso.

5.1.5. Quando problemas técnicos interromperem qualquer prova, esta deverá ser retomada a partir do estágio em que ocorreu o problema técnico ou, havendo impossibilidade de retomada, deverá ser integralmente refeita.

5.1.6. Serão preservadas as provas finalizadas antes da ocorrência de problemas técnicos no sistema de videoconferência ou outro meio eletrônico.

5.1.7. Todas as ocorrências deverão ser registradas no relatório da Comissão de Seleção.

5.1.8. A Comissão de Seleção se reunirá em sessão fechada, mediante utilização de sistema eletrônico seguro adotado pela Universidade, para:

I – a elaboração de listas de pontos;

II – a deliberação sobre eventual pedido de substituição de pontos;

III – concessão das notas respectivas, finda a arguição de todos os candidatos;

IV – a elaboração do seu relatório.

5.1.9. O relatório será assinado, após expressa concordância de todos os examinadores com os seus termos, pelo membro da Comissão de Seleção pertencente ao Departamento ao qual pertence a vaga a ser ocupada.

5.2. O julgamento do memorial, expresso mediante nota global, incluindo arguição e avaliação, deverá refletir o mérito do candidato e será realizado de acordo com o disposto no artigo 136 do Regimento Geral da USP.

5.2.1. No julgamento do memorial, a Comissão apreciará:

I – produção científica, literária, filosófica ou artística;

II – atividade didática universitária;

III – atividades relacionadas à prestação de serviços à comunidade;

IV – atividades profissionais ou outras, quando for o caso;

V – diplomas e outras dignidades universitárias.

5.2.2. Finda a arguição de todos os candidatos, a Comissão de Seleção, em sessão secreta, conferirá as notas respectivas.

5.3. A prova didática será pública, com a duração mínima de 40 (quarenta) e máxima de 60 (sessenta) minutos, e versará sobre o programa base do processo seletivo, nos termos do art. 137, do Regimento Geral da USP.

5.3.1. A realização da prova didática far-se-á 24 (vinte e quatro) horas após o sorteio do ponto as quais serão de livre disposição do candidato, não se exigindo dele nesse período a realização de outras atividades.

5.3.2. O candidato poderá utilizar o material didático que julgar necessário.

5.3.3. O candidato poderá propor substituição dos pontos, imediatamente após tomar conhecimento de seus enunciados, se entender que não pertencem ao programa do processo seletivo, cabendo à Comissão de Seleção decidir, de plano, sobre a procedência da alegação.

5.3.4. Os candidatos que realizarem sua conexão virtual depois do horário estabelecido não poderão realizar as provas.

5.3.5. Se o número de candidatos o exigir, eles serão divididos em grupos de no máximo três, observada a ordem de inscrição, para fins de sorteio e realização da prova.

5.3.6. Quando atingido o 60º (sexagésimo) minuto de prova, a Comissão de Seleção deverá interromper o candidato.

5.3.7. Se a exposição do candidato encerrar-se aquém do 40º minuto de prova, deverão os examinadores conferir nota zero ao candidato na respectiva prova.

5.3.8. As notas da prova didática serão atribuídas após o término das provas de todos os candidatos.

6. Os pesos das provas são os mesmos estabelecidos no Regimento do Instituto de Biociências e, para o cálculo da média individual, a soma dos pesos será o quociente de divisão.

7. Serão considerados habilitados os candidatos que alcançarem, da maioria dos examinadores, nota mínima sete.

8. A Comissão de Seleção deve definir o primeiro colocado pela maioria das indicações dos membros da Comissão. Excluído o primeiro colocado, a Comissão deverá, dentre os candidatos remanescentes, escolher o segundo colocado pela maioria das indicações de seus membros, e assim, sucessivamente.

9. Em caso de empate, a Comissão de Seleção procederá ao desempate com base na média global obtida por cada candidato.

10. O programa base do processo seletivo será o seguinte:

- Subsídios teóricos sobre formação de professores e realidade escolar.

- A sala de aula na perspectiva sócio cultural.

- Elaboração e aplicação de plano de aulas com pesquisa.

- Pesquisa em ensino de ciências e biologia.

- Processos de avaliação formativa.

- Dificuldades do ensino e aprendizagem de Genética e Evolução.

- Prática da biologia molecular em sala de aula.

- Metodologias ativas no ensino de biologia molecular, genética e evolução.

- Contribuições da História da Ciência no ensino de ciências e biologia.

11. É de responsabilidade do candidato o acompanhamento do andamento do processo seletivo, por meio de acesso ao link https://uspdigital.usp.br/gr/ e às publicações no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

12. A não participação do candidato nas provas programadas implicará automaticamente sua desistência do processo seletivo.

13. O relatório da Comissão de Seleção será apreciado pelo Conselho Técnico-Administrativo do Instituto de Biociências, para fins de homologação, após exame formal.

14. A contratação será por prazo determinado e vigorará a partir da data do exercício e até 31/07/2022, com possibilidade de prorrogações, desde que a soma dos períodos obedeça aos limites da legislação vigente à época de cada prorrogação e que estejam preenchidos os demais requisitos.

15. Os docentes contratados por prazo determinado ficarão submetidos ao Estatuto dos Servidores da Universidade de São Paulo e vinculados ao Regime Geral da Previdência Social – RGPS.

16. São condições de admissão:

I. Estar apto no exame médico pré-admissional realizado pela USP;

II. Ser autorizada a acumulação, caso o candidato exerça outro cargo, emprego ou função pública;

III. No caso de candidato estrangeiro aprovado no processo seletivo e convocado para contratação, apresentar visto temporário ou permanente que faculte o exercício de atividade remunerada no Brasil.

Maiores informações, bem como as normas pertinentes ao processo seletivo, encontram-se à disposição dos interessados na Assistência Acadêmica do Instituto de Biociências da USP, (e-mail academica@ib.usp.br / telefone: 3091-9956).

Edital IB/AAcad/22/2022

 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

O Diretor do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo torna público a todos os interessados que, conforme aprovação do Conselho Técnico-Administrativo  em 19/08/2022, estarão abertas por 60 dias, no período das 8h (horário de Brasília) do dia 02/09/2022 às 18h (horário de Brasília) do dia 31/10/2022, as inscrições para o processo seletivo para a contratação de 01 (um) docente por prazo determinado, como Professor Contratado III (MS-3.1), com salário de R$ 2.315,33, referência: mês de março de 2022, com jornada de 12 horas semanais de trabalho, junto ao Departamento de Genética e Biologia Evolutiva, área “Genética, Evolução e Biologia Celular”, nos termos da Resolução nº 5.872/10 e alterações posteriores, bem como das Resoluções nº 7.354/17 e 8.002/20 e dos princípios constitucionais, notadamente o da impessoalidade.

1. Os membros da Comissão de Seleção serão indicados pelo Conselho Técnico-Administrativo do Instituto de Biociências após o término do período de inscrições e de acordo com os termos das Resoluções nº 7.354/17 e 8.002/20.

2. Os pedidos de inscrição deverão ser feitos, exclusivamente, por meio do link https://uspdigital.usp.br/gr/, no período acima indicado, devendo o candidato apresentar requerimento dirigido ao Diretor do Instituto de Biociências, contendo dados pessoais e Área de conhecimento (especialidade) a que concorre, acompanhado dos seguintes documentos:

I. Documento de identificação (RG, CRNM ou passaporte);

II. CPF (para candidatos brasileiros);

III. Prova de que é portador do titulo de Doutor, outorgado ou reconhecido pela USP ou de validade nacional;

IV. Memorial circunstanciado e comprovação dos trabalhos publicados, das atividades realizadas pertinentes ao certame e das demais informações que permitam avaliação de seus méritos, em formato digital.

2.1. Não serão recebidas inscrições pelo correio, e-mail, fax, ou qualquer outro meio.

2.2. No ato da inscrição, os candidatos portadores de necessidades especiais deverão apresentar solicitação para que se providenciem as condições necessárias para a realização das provas.

2.3. Para fins do inciso III, não serão aceitas atas de defesa sem informação sobre homologação quando a concessão do título de Doutor depender dessa providência no âmbito da Instituição de Ensino emissora, ficando o candidato desde já ciente de que neste caso a ausência de comprovação sobre tal homologação implicará o indeferimento de sua inscrição.

2.4. Não serão admitidos como comprovação dos itens constantes do memorial links de Dropbox ou Google Drive ou qualquer outro remetendo a página passível de alteração pelo próprio candidato.

2.5. É de integral responsabilidade do candidato a realização do upload de cada um de seus documentos no campo específico indicado pelo sistema constante do link https://uspdigital.usp.br/gr/, ficando o candidato desde já ciente de que a realização de upload de documentos em ordem diversa da ali estabelecida implicará o indeferimento de sua inscrição.

2.6. É de integral responsabilidade do candidato a apresentação de seus documentos em sua inteireza (frente e verso) e em arquivo legível, ficando o candidato desde já ciente de que, se não sanar durante o prazo de inscrições eventual irregularidade de upload de documento incompleto ou ilegível, sua inscrição será indeferida.

2.7. Não será admitida a apresentação extemporânea de documentos pelo candidato, ainda que em grau de recurso.

3. O processo seletivo terá validade imediata, exaurindo-se com a eventual contratação do(s) aprovado(s).

4. Atribuição da função: o(s) candidato(s) aprovado(s), ao ser(em) contratado(s), deverá(ão) ministrar a(s) seguinte(s) disciplina(s):

I. Evolução Humana - BIO 0123; 

II. Biologia Evolutiva - BIO 0103.

5. A seleção será realizada seguindo critérios objetivos, por meio de atribuição de notas em provas, que serão realizadas em uma única fase por meio de sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância, na seguinte conformidade:

  1. Julgamento do memorial com prova pública de arguição (peso 4)
  2. Prova Didática (peso 3)

5.1. As provas serão realizadas por meio de sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância.

5.1.1. É de integral responsabilidade do candidato a disponibilização de equipamentos e de conexão à internet adequados para sua participação em todas as provas e etapas do certame.

5.1.2. Aos examinadores que estejam a distância será permitido avaliar e arguir nas mesmas condições que seriam oferecidas aos examinadores presentes no local do certame.

5.1.3. Na eventualidade de problemas técnicos que impeçam a adequada participação de qualquer examinador ou do candidato, a prova realizada por sistema de videoconferência ou outros meios eletrônicos será suspensa.

5.1.4. Se a conexão não for restabelecida no prazo de trinta minutos, o certame será suspenso.

5.1.5. Quando problemas técnicos interromperem qualquer prova, esta deverá ser retomada a partir do estágio em que ocorreu o problema técnico ou, havendo impossibilidade de retomada, deverá ser integralmente refeita.

5.1.6. Serão preservadas as provas finalizadas antes da ocorrência de problemas técnicos no sistema de videoconferência ou outro meio eletrônico.

5.1.7. Todas as ocorrências deverão ser registradas no relatório da Comissão de Seleção.

5.1.8. A Comissão de Seleção se reunirá em sessão fechada, mediante utilização de sistema eletrônico seguro adotado pela Universidade, para:

I – a elaboração de listas de pontos;

II – a deliberação sobre eventual pedido de substituição de pontos;

III – concessão das notas respectivas, finda a arguição de todos os candidatos;

IV – a elaboração do seu relatório.

5.1.9. O relatório será assinado, após expressa concordância de todos os examinadores com os seus termos, pelo membro da Comissão de Seleção pertencente ao Departamento ao qual pertence a vaga a ser ocupada.

5.2. O julgamento do memorial, expresso mediante nota global, incluindo arguição e avaliação, deverá refletir o mérito do candidato e será realizado de acordo com o disposto no artigo 136 do Regimento Geral da USP.

5.2.1. No julgamento do memorial, a Comissão apreciará:

I – produção científica, literária, filosófica ou artística;

II – atividade didática universitária;

III – atividades relacionadas à prestação de serviços à comunidade;

IV – atividades profissionais ou outras, quando for o caso;

V – diplomas e outras dignidades universitárias.

5.2.2. Finda a arguição de todos os candidatos, a Comissão de Seleção, em sessão secreta, conferirá as notas respectivas.

5.3. A prova didática será pública, com a duração mínima de 40 (quarenta) e máxima de 60 (sessenta) minutos, e versará sobre o programa base do processo seletivo, nos termos do art. 137, do Regimento Geral da USP.

5.3.1. A realização da prova didática far-se-á 24 (vinte e quatro) horas após o sorteio do ponto as quais serão de livre disposição do candidato, não se exigindo dele nesse período a realização de outras atividades.

5.3.2. O candidato poderá utilizar o material didático que julgar necessário.

5.3.3. O candidato poderá propor substituição dos pontos, imediatamente após tomar conhecimento de seus enunciados, se entender que não pertencem ao programa do processo seletivo, cabendo à Comissão de Seleção decidir, de plano, sobre a procedência da alegação.

5.3.4. Os candidatos que realizarem sua conexão virtual depois do horário estabelecido não poderão realizar as provas.

5.3.5. Se o número de candidatos o exigir, eles serão divididos em grupos de no máximo três, observada a ordem de inscrição, para fins de sorteio e realização da prova.

5.3.6. Quando atingido o 60º (sexagésimo) minuto de prova, a Comissão de Seleção deverá interromper o candidato.

5.3.7. Se a exposição do candidato encerrar-se aquém do 40º minuto de prova, deverão os examinadores conferir nota zero ao candidato na respectiva prova.

5.3.8. As notas da prova didática serão atribuídas após o término das provas de todos os candidatos.

6. Os pesos das provas são os mesmos estabelecidos no Regimento do Instituto de Biociências e, para o cálculo da média individual, a soma dos pesos será o quociente de divisão.

7. Serão considerados habilitados os candidatos que alcançarem, da maioria dos examinadores, nota mínima sete.

8. A Comissão de Seleção deve definir o primeiro colocado pela maioria das indicações dos membros da Comissão. Excluído o primeiro colocado, a Comissão deverá, dentre os candidatos remanescentes, escolher o segundo colocado pela maioria das indicações de seus membros, e assim, sucessivamente.

9. Em caso de empate, a Comissão de Seleção procederá ao desempate com base na média global obtida por cada candidato.

10. O programa base do processo seletivo será o seguinte:

- Organização do genoma humano.

- Cromossomos humanos: métodos de estudo.

- Alterações cromossômicas numéricas e estruturais: mecanismos de origem e efeitos  fenotípicos.

- Padrões de herança mendeliana.

- Variabilidade na expressão de genes e mecanismos atípicos de herança.

- Bases moleculares e bioquímicas de doenças genéticas.

- Herança Multifatorial: doenças complexas.

- Inativação do cromossomo X. Determinação do sexo.

- Genética do Câncer.

- Aconselhamento Genético e diagnóstico pré-natal.

- Ética em genética médica.

- Membrana plasmática e suas especializações.

- Permeabilidade celular.

- Organização da cromatina, arquitetura da membrana nuclear e nucléolo.

- Endocitose e o sistema lisossômico.

- Organelas oxidativas: mitocôndrias e peroxissomos.

- Secreção celular: retículo endoplasmático e complexo de golgi

- Ciclo celular, mitose e meiose.

- Citoesqueleto e movimentos celulares.

- Morte celular.

- Diferenciação celular.

11. É de responsabilidade do candidato o acompanhamento do andamento do processo seletivo, por meio de acesso ao link https://uspdigital.usp.br/gr/ e às publicações no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

12. A não participação do candidato nas provas programadas implicará automaticamente sua desistência do processo seletivo.

13. O relatório da Comissão de Seleção será apreciado pelo Conselho Técnico-Administrativo do Instituto de Biociências, para fins de homologação, após exame formal.

14. A contratação será por prazo determinado e vigorará a partir da data do exercício e até 31/07/2022, com possibilidade de prorrogações, desde que a soma dos períodos obedeça aos limites da legislação vigente à época de cada prorrogação e que estejam preenchidos os demais requisitos.

15. Os docentes contratados por prazo determinado ficarão submetidos ao Estatuto dos Servidores da Universidade de São Paulo e vinculados ao Regime Geral da Previdência Social – RGPS.

16. São condições de admissão:

I. Estar apto no exame médico pré-admissional realizado pela USP;

II. Ser autorizada a acumulação, caso o candidato exerça outro cargo, emprego ou função pública;

III. No caso de candidato estrangeiro aprovado no processo seletivo e convocado para contratação, apresentar visto temporário ou permanente que faculte o exercício de atividade remunerada no Brasil.

Maiores informações, bem como as normas pertinentes ao processo seletivo, encontram-se à disposição dos interessados na Assistência Acadêmica do Instituto de Biociências da USP, (e-mail academica@ib.usp.br / telefone: 3091-9956).

    

                                                                                                                                                              Edital IB/AAcad/21/2022

 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

O Diretor do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo torna público a todos os interessados que, conforme aprovação do Conselho Técnico-Administrativo  em 19/08/2022, estarão abertas por 60 dias, no período das 8h (horário de Brasília) do dia 02/09/2022 às 18h (horário de Brasília) do dia 31/10/2022, as inscrições para o processo seletivo para a contratação de 01 (um) docente por prazo determinado, como Professor Contratado III (MS-3.1), com salário de R$ 2.315,33, referência: mês de março de 2022, com jornada de 12 horas semanais de trabalho, junto ao Departamento de Genética e Biologia Evolutiva, área “Genética e Evolução”, nos termos da Resolução nº 5.872/10 e alterações posteriores, bem como das Resoluções nº 7.354/17 e 8.002/20 e dos princípios constitucionais, notadamente o da impessoalidade.

1. Os membros da Comissão de Seleção serão indicados pelo Conselho Técnico-Administrativo do Instituto de Biociências após o término do período de inscrições e de acordo com os termos das Resoluções nº 7.354/17 e 8.002/20.

2. Os pedidos de inscrição deverão ser feitos, exclusivamente, por meio do link https://uspdigital.usp.br/gr/, no período acima indicado, devendo o candidato apresentar requerimento dirigido ao Diretor do Instituto de Biociências, contendo dados pessoais e Área de conhecimento (especialidade) a que concorre, acompanhado dos seguintes documentos:

I. Documento de identificação (RG, CRNM ou passaporte);

II. CPF (para candidatos brasileiros);

III. Prova de que é portador do titulo de Doutor, outorgado ou reconhecido pela USP ou de validade nacional;

IV. Memorial circunstanciado e comprovação dos trabalhos publicados, das atividades realizadas pertinentes ao certame e das demais informações que permitam avaliação de seus méritos, em formato digital.

2.1. Não serão recebidas inscrições pelo correio, e-mail, fax, ou qualquer outro meio.

2.2. No ato da inscrição, os candidatos portadores de necessidades especiais deverão apresentar solicitação para que se providenciem as condições necessárias para a realização das provas.

2.3. Para fins do inciso III, não serão aceitas atas de defesa sem informação sobre homologação quando a concessão do título de Doutor depender dessa providência no âmbito da Instituição de Ensino emissora, ficando o candidato desde já ciente de que neste caso a ausência de comprovação sobre tal homologação implicará o indeferimento de sua inscrição.

2.4. Não serão admitidos como comprovação dos itens constantes do memorial links de Dropbox ou Google Drive ou qualquer outro remetendo a página passível de alteração pelo próprio candidato.

2.5. É de integral responsabilidade do candidato a realização do upload de cada um de seus documentos no campo específico indicado pelo sistema constante do link https://uspdigital.usp.br/gr/, ficando o candidato desde já ciente de que a realização de upload de documentos em ordem diversa da ali estabelecida implicará o indeferimento de sua inscrição.

2.6. É de integral responsabilidade do candidato a apresentação de seus documentos em sua inteireza (frente e verso) e em arquivo legível, ficando o candidato desde já ciente de que, se não sanar durante o prazo de inscrições eventual irregularidade de upload de documento incompleto ou ilegível, sua inscrição será indeferida.

2.7. Não será admitida a apresentação extemporânea de documentos pelo candidato, ainda que em grau de recurso.

3. O processo seletivo terá validade imediata, exaurindo-se com a eventual contratação do(s) aprovado(s).

4. Atribuição da função: o(s) candidato(s) aprovado(s), ao ser(em) contratado(s), deverá(ão) ministrar a(s) seguinte(s) disciplina(s):

I. Genética Humana - BIO 0121;

II. Genética Humana - BIO 0107;

III. Genética e Evolução - BIO 0119.

5. A seleção será realizada seguindo critérios objetivos, por meio de atribuição de notas em provas, que serão realizadas em uma única fase por meio de sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância, na seguinte conformidade:

  1. Julgamento do memorial com prova pública de arguição (peso 4)
  2. Prova Didática (peso 3)

5.1. As provas serão realizadas por meio de sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância.

5.1.1. É de integral responsabilidade do candidato a disponibilização de equipamentos e de conexão à internet adequados para sua participação em todas as provas e etapas do certame.

5.1.2. Aos examinadores que estejam a distância será permitido avaliar e arguir nas mesmas condições que seriam oferecidas aos examinadores presentes no local do certame.

5.1.3. Na eventualidade de problemas técnicos que impeçam a adequada participação de qualquer examinador ou do candidato, a prova realizada por sistema de videoconferência ou outros meios eletrônicos será suspensa.

5.1.4. Se a conexão não for restabelecida no prazo de trinta minutos, o certame será suspenso.

5.1.5. Quando problemas técnicos interromperem qualquer prova, esta deverá ser retomada a partir do estágio em que ocorreu o problema técnico ou, havendo impossibilidade de retomada, deverá ser integralmente refeita.

5.1.6. Serão preservadas as provas finalizadas antes da ocorrência de problemas técnicos no sistema de videoconferência ou outro meio eletrônico.

5.1.7. Todas as ocorrências deverão ser registradas no relatório da Comissão de Seleção.

5.1.8. A Comissão de Seleção se reunirá em sessão fechada, mediante utilização de sistema eletrônico seguro adotado pela Universidade, para:

I – a elaboração de listas de pontos;

II – a deliberação sobre eventual pedido de substituição de pontos;

III – concessão das notas respectivas, finda a arguição de todos os candidatos;

IV – a elaboração do seu relatório.

5.1.9. O relatório será assinado, após expressa concordância de todos os examinadores com os seus termos, pelo membro da Comissão de Seleção pertencente ao Departamento ao qual pertence a vaga a ser ocupada.

5.2. O julgamento do memorial, expresso mediante nota global, incluindo arguição e avaliação, deverá refletir o mérito do candidato e será realizado de acordo com o disposto no artigo 136 do Regimento Geral da USP.

5.2.1. No julgamento do memorial, a Comissão apreciará:

I – produção científica, literária, filosófica ou artística;

II – atividade didática universitária;

III – atividades relacionadas à prestação de serviços à comunidade;

IV – atividades profissionais ou outras, quando for o caso;

V – diplomas e outras dignidades universitárias.

5.2.2. Finda a arguição de todos os candidatos, a Comissão de Seleção, em sessão secreta, conferirá as notas respectivas.

5.3. A prova didática será pública, com a duração mínima de 40 (quarenta) e máxima de 60 (sessenta) minutos, e versará sobre o programa base do processo seletivo, nos termos do art. 137, do Regimento Geral da USP.

5.3.1. A realização da prova didática far-se-á 24 (vinte e quatro) horas após o sorteio do ponto as quais serão de livre disposição do candidato, não se exigindo dele nesse período a realização de outras atividades.

5.3.2. O candidato poderá utilizar o material didático que julgar necessário.

5.3.3. O candidato poderá propor substituição dos pontos, imediatamente após tomar conhecimento de seus enunciados, se entender que não pertencem ao programa do processo seletivo, cabendo à Comissão de Seleção decidir, de plano, sobre a procedência da alegação.

5.3.4. Os candidatos que realizarem sua conexão virtual depois do horário estabelecido não poderão realizar as provas.

5.3.5. Se o número de candidatos o exigir, eles serão divididos em grupos de no máximo três, observada a ordem de inscrição, para fins de sorteio e realização da prova.

5.3.6. Quando atingido o 60º (sexagésimo) minuto de prova, a Comissão de Seleção deverá interromper o candidato.

5.3.7. Se a exposição do candidato encerrar-se aquém do 40º minuto de prova, deverão os examinadores conferir nota zero ao candidato na respectiva prova.

5.3.8. As notas da prova didática serão atribuídas após o término das provas de todos os candidatos.

6. Os pesos das provas são os mesmos estabelecidos no Regimento do Instituto de Biociências e, para o cálculo da média individual, a soma dos pesos será o quociente de divisão.

7. Serão considerados habilitados os candidatos que alcançarem, da maioria dos examinadores, nota mínima sete.

8. A Comissão de Seleção deve definir o primeiro colocado pela maioria das indicações dos membros da Comissão. Excluído o primeiro colocado, a Comissão deverá, dentre os candidatos remanescentes, escolher o segundo colocado pela maioria das indicações de seus membros, e assim, sucessivamente.

9. Em caso de empate, a Comissão de Seleção procederá ao desempate com base na média global obtida por cada candidato.

10. O programa base do processo seletivo será o seguinte:

Programa:

- Herança mendeliana.

- Mitose e meiose.

- Alterações cromossômicas numéricas e estruturais.

- Padrões não clássicos de herança (herança materna, pleiotropia, epistasia e epigenética).

- Diagnósticos de condições genéticas e bioética no aconselhamento.

- Herança quantitativa.

- Equilíbrio de Hardy-Weinberg.

- Seleção natural e adaptações.

- Seleção sexual.

- Coevolução.

- Deriva genética.

- Evolução humana.

- História do pensamento evolutivo.

11. É de responsabilidade do candidato o acompanhamento do andamento do processo seletivo, por meio de acesso ao link https://uspdigital.usp.br/gr/ e às publicações no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

12. A não participação do candidato nas provas programadas implicará automaticamente sua desistência do processo seletivo.

13. O relatório da Comissão de Seleção será apreciado pelo Conselho Técnico-Administrativo do Instituto de Biociências, para fins de homologação, após exame formal.

14. A contratação será por prazo determinado e vigorará a partir da data do exercício e até 31/07/2022, com possibilidade de prorrogações, desde que a soma dos períodos obedeça aos limites da legislação vigente à época de cada prorrogação e que estejam preenchidos os demais requisitos.

15. Os docentes contratados por prazo determinado ficarão submetidos ao Estatuto dos Servidores da Universidade de São Paulo e vinculados ao Regime Geral da Previdência Social – RGPS.

16. São condições de admissão:

I. Estar apto no exame médico pré-admissional realizado pela USP;

II. Ser autorizada a acumulação, caso o candidato exerça outro cargo, emprego ou função pública;

III. No caso de candidato estrangeiro aprovado no processo seletivo e convocado para contratação, apresentar visto temporário ou permanente que faculte o exercício de atividade remunerada no Brasil.

Maiores informações, bem como as normas pertinentes ao processo seletivo, encontram-se à disposição dos interessados na Assistência Acadêmica do Instituto de Biociências da USP, (e-mail academica@ib.usp.br / telefone: 3091-9956).

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          CONCURSO PARA  PROFESSOR LIVRE-DOCENTE - ABERTURA DE INSCRIÇÕES                           

EDITAL IB/AAcad/20/2022

ABERTURA DE INSCRIÇÃO AO CONCURSO DE TÍTULOS E PROVAS VISANDO A OBTENÇÃO DO TÍTULO DE LIVRE DOCENTE, JUNTO AOS DEPARTAMENTOS DE BOTÂNICA, ECOLOGIA, FISIOLOGIA, GENÉTICA E BIOLOGIA EVOLUTIVA E ZOOLOGIA DO INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO.

O Diretor do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo torna público a todos os interessados que, de acordo com o decidido pela Congregação em sua 473ª sessão ordinária realizada em 28/06/2022, estarão abertas, com início às 8 horas (horário de Brasília) do dia 17/08/2022 e término às 18 horas (horário de Brasília) do dia 06/09/2022, as inscrições ao concurso público de títulos e provas para concessão do título de Livre Docente junto aos Departamentos de Botânica, Ecologia, Fisiologia, Genética e Biologia Evolutiva e Zoologia, nos termos do art. 125, parágrafo 1º, do Regimento Geral da USP, e o respectivo programa que segue:

DEPARTAMENTO DE BOTÂNICA

BIB-0124 – DIVERSIDADE E EVOLUÇÃO DE ORGANISMOS

FOTOSSINTETIZANTES

1. Diversidade global de organismos fotossintetizantes com clorofila a: reconhecimento e caracterização morfológica dos principais grupos e de sua importância biológica e evolutiva, situado em contexto filogenético.

2. Procariontes fotossintetizantes com clorofila a: cianobactérias.

3. Filogenia dos grandes grupos de eucariontes fotossintetizantes. Algas pardas.

4. Linhagem Plantae: Algas vermelhas.

5. Linhagem Viridiplantae: Algas verdes.

6. Linhagem Embriófitas e a ocupação do ambiente terrestre. Briófitas: hepáticas, antóceros e

musgos.

7. Filogenia e adaptações das traqueófitas (plantas vasculares) ao ambiente terrestre.

8. Diversidade das licófitas (licopódios e selaginelas).

9. Diversidade das eufilófitas monilófitas (samambaias, cavalinhas e outras).

10. Novidades vegetativas das eufilófitas lignófitas.

11. Novidades reprodutivas das espermatófitas.

12. Diversidade das gimnospermas (cicas, ginkgo, pinheiros e outras).

13. Angiospermas: novidades evolutivas com ênfase na reprodução.

14. Diversidade das angiospermas: clados basais, magnoliídeas, monocotiledôneas e eudicotiledôneas.

BIB-0143 – RECURSOS ECONÔMICOS VEGETAIS

1. Aspectos da utilização das plantas pelo homem: interrelações ecossistemas-economia

2. Origem da agricultura, domesticação, melhoramento genético, transgenia e conservação de germoplasma

3. Impactos da agricultura moderna

4. Produtos do metabolismo: ação biológica, aspectos ecológicos e utilização econômica

5. Fontes tradicionais e potenciais de alimento

6. Plantas medicinais e tóxicas

7. Bioprospecção de fármacos

8. Recursos oriundos de ambientes marinhos

9. Recursos madeireiros e não madeireiros

10. Fontes tradicionais e potenciais de bioenergia

BIB-0142 – FORMA E FUNÇÃO NO DESENVOLVIMENTO VEGETAL

1. Célula Vegetal: formação e estrutural da parede celular, estrutura e função dos vacúolos e plastídios.

2. Meristemas: estabelecimento das regiões meristemáticas no embrião, organização do meristema apical caulinar e radicular, controle hormonal e gênico durante a embriogênese.

3. Diferenciação estrutural dos tecidos meristemáticos primários: protoderme, tecido de preenchimento e procâmbio.

4. Sistema radicular: diversidade morfoanatômica, sinalização hormonal e formação das raízes primárias e laterais.

5. Sistema caulinar: diversidade morfoanatômica, sinalização hormonal e dominância apical no desenvolvimento do sistema caulinar.

6. Controle da fotomorfogênese e tropismos.

7. Desenvolvimento floral: indução floral, fotoperiodismo, controle gênico durante a formação floral e diversidade morfológica nos grandes grupos.

8. Frutificação: formação, desenvolvimento e amadurecimento, frutos climatéricos e não climatéricos e armazenamento pós-colheita.

BIB-0145 – FORMA E FUNÇÃO DO METABOLISMO VEGETAL

1. Água e produtividade vegetal, gradiente e potencial hídrico, entrada de água na raiz, vias simplásticas e apoplásticas de transporte de água, importância da endoderme, aquaporinas, sistema solo-planta-ar, movimento de água na folha, controle ambiental e hormonal do movimento estomático, gutação e exudação.

2. Origem dos nutrientes e composição de solos, adaptações para captura de nutrientes (pelos radiculares, tricomas, tanques, carnívoras), elementos essenciais, macro e micronutrientes, deficiências nutricionais e seus sintomas, solubilidade dos nutrientes e pH do solo, proteínas carreadoras, bombas e canais iônicos, simporte e antiporte.

3. Formas de nitrogênio disponíveis para a planta, aquisição e assimilação do nitrogênio inorgânico, fixação biológica do nitrogênio, microrganismos fixadores não simbiontes, simbiose extracelular, simbiose intracelular, mecanismos e requisitos para a fixação biológica do nitrogênio.

4. Etapa fotoquímica, fixação do carbono atmosférico, plantas C3, C4 e CAM, fotorrespiração, aspectos ecofisiológicos da fotossíntese.

5. Localização e estrutura do floema, componentes do floema em angiospermas e gimnospermas.

6. Relações fonte e dreno, mecanismo de transporte da seiva floemática, carregamento e descarregamento do floema, drenos de reserva e de utilização, modelo do aprisionamento de polímeros, modelo de fluxo de pressão (teoria de Münch).

7. Importância evolutiva, estrutura, biossíntese e funções biológicas das diferentes classes de metabólitos secundários (terpenos, compostos fenólicos e compostos nitrogenados), aplicações e biotecnologia dos metabólitos secundários.

8. Tipos e importância da senescência, controle hormonal da senescência e abscisão foliar, morte celular programada durante o desenvolvimento vegetal.

BIB-0306 - METABOLISMO VEGETAL E BIOTECNOLOGIA

1. Captação de água e nutrientes.

2. Metabolismo de carbono: fotossíntese, respiração, carboidratos proteínas e lipídeos.

3. Metabolismo de nitrogênio: assimilação e aminoácidos.

4. Metabolismo secundário.

5. Redes metabólicas: perfis metabólicos e suas relações com a fisiologia das plantas.

6. Manipulação genética de plantas.

7. Cultura de células e tecidos de plantas.

8. Integração sistêmica do metabolismo levando ao funcionamento da planta como um todo.

9. Aplicações biotecnológicas em agricultura, medicamentos e cosméticos, alimentos e papel, meio ambiente e biodiversidade, energia.

BIB-0311 – SISTEMÁTICA E EVOLUÇÃO DE ESPERMATÓFITAS

1. Significado das novidades evolutivas vegetativas e reprodutivas das lignófitas na conquista do ambiente terrestre.

2. Sistemática filogenética (baseada em dados morfológicos e moleculares), taxonomia e principais passos na evolução dos principais clados de espermatófitas: cicadófitas, ginkgófitas, pinófitas (coníferas), gnetófitas, magnoliófitas (angiospermas).

3. Importância dos grupos fósseis na história evolutiva das traqueófitas.

4. Principais famílias de importância biológica e econômica dentre as espermatófitas: caracterização e subsídios para seu reconhecimento prático.

5. O sistema APG de classificação ordinal das angiospermas: fundamentos e principais clados.

6. Padrões evolutivos de atributos adaptativos e de importância biológica das espermatófitas à luz das filogenias.

BIB-0313 – MORFOLOGIA E ANATOMIA COMPARADA DE PLANTAS

VASCULARES

1. Diversidade e características básicas dos órgãos vegetativos.

2. Sistema radicular: meristema; desenvolvimento; variações morfológicas; diversidade e especializações em contexto filogenético.

3. Sistema caulinar (folha): meristema; desenvolvimento; morfologia externa e interna; diversidade e especializações em contexto adaptativo.

4. Sistema caulinar (caule): meristema; desenvolvimento; morfologia externa e interna; diversidade e especializações em contexto filogenético; teoria Estelar.

5. Adaptações morfoanatômicas aos diferentes ambientes.

BIB-0315 – METABÓLITOS VEGETAIS, ORIGEM, DIVERSIDADE E APLICAÇÕES

1. Esquema geral do metabolismo vegetal e principais vias do metabolismo primário.

2. Principais vias do metabolismo secundário: acetato-malonato, acetato-mevalonato, metil-eritritol fosfato, chiquimato.

3. Vias de biossíntese de metabólitos nitrogenados.

4. Biossíntese de substâncias por via mista.

5. Principais classes de metabólitos secundários: substâncias graxas, polifenóis, terpenoides e

alcaloides. Diversidade e distribuição nas angiospermas.

6. Papel dos metabólitos secundários na interação das plantas com fatores bióticos e abióticos.

7. Técnicas básicas de cromatografia.

0410107 – PRINCÍPIOS DE SISTEMÁTICA E BIOGEOGRAFIA

1. Definição de sistemática e diversidade biológica.

2. Definição de sistemas de referência (classificação).

3. O essencialismo: Aristoteles a Linaeus.

4. Evolucionismo e Darwin.

5. As implicações das teorias de Darwin do pensamento biológico.

6. Descendência com modificação.

7. Definição de cladogênese e anagênese e suas relações com o conceito de diversidade biológica.

8. Formas de aquisição de semelhanças (homologia e analogia).

9. Síntese Moderna e a Sistemática Evolutiva: grupos monofiléticos, grados e zonas adaptativas.

10. O nascimento da taxonomia numérica.

11. Lógica dos métodos de inferência filogenética.

12. Método fenético (UPGMA).

13. Introdução à Cladística.

14. Transformações de caracteres e evidências de relação de parentesco no contexto da

Cladística.

15. Caracteres e estados de caráter.

16. Codificação de matrizes.

17. Diagramas dicotômicos e formulação de hipóteses de relação de parentesco: ambiguidade,

erro e testabilidade.

18. Parcimônia e descendência com modificação.

19. Otimização em diagramas não enraizados.

20. Busca de diagramas mais parcimoniosos.

21. Enraizamento.

22. Monofilia, sinapomorfia, homoplasia e autapomorfia.

23. Classificações biológicas - Sistema Lineano de classificação, sequenciação e subordinação, outros sistemas de classificação e transformação de cladogramas em classificações.

24. Nomenclatura Biológica, categorias taxonômicas e nomes dos táxons, noção de tipo, códigos e comissões internacionais de nomenclatura, identificação biológica: chaves de identificação e outros métodos.

25. Biogeografia histórica, descritiva, interpretativa e ecológica, biotas e áreas de endemismo, áreas de distribuição, centros de origem, dispersão e vicariância.

26. Sistemática e biogeografia, principais escolas de Biogeografia Histórica, cladogramas de táxons e cladogramas de área e métodos gerais de associações históricas.

0410109 – FAUNA, FLORA E AMBIENTE

1. Conceito de diversidade biológica e suas aplicações.

2. Fatores moduladores da evolução e da diversidade biológica.

3. Interações biológicas como parte da diversidade e como elemento modulador da própria diversidade.

4. Fundamentos da teoria evolutiva, incluindo conceitos como seleção natural, adaptação, processos microevolutivos e macroevolução.

5. Obtenção e análise de dados em estudos de fauna e flora e dos ambientes nos quais estes ocorrem.

6. Apresentação de resultados de pesquisa científica.

7. Papel do biólogo na sociedade.

8. O biólogo como professor.

0411206 - INTRODUÇÃO AO ENSINO DE BIOLOGIA

1. Aprendizagem de Biologia na Educação Básica.

2. Instrumentos e estratégias didáticas para o ensino-aprendizagem de Biologia na Educação

Básica.

3. Avaliação da aprendizagem no ensino de Biologia.

4. Conhecimentos docentes e o ensino de Biologia.

5. Objetivos do Ensino de Biologia.

6. Documentos norteadores da Educação Básica em Biologia

7. Linhas de pesquisa em Ensino de Ciências e Biologia.

8. Metodologias de pesquisa em Educação.

DEPARTAMENTO DE ECOLOGIA

BIE0213 – Ecologia dos indivíduos às populações

1. Ecologia: Âmbito e abordagens

2. Organismos e seu ambiente

3. Condições e recursos

4. Nicho ecológico

5. Padrões espaciais e temporais de populações

6. Interações entre populações

BIE0214 - Ecologia de comunidades e ecossistemas

1. Comunidades: definição, padrões no espaço e sucessão ecológica.

2. Teoria de biogeografia de ilhas.

3. Padrões de diversidade em tempo evolutivo.

4. Competição e a estrutura de comunidades em tempos ecológico e evolutivo.

5. Ecossistemas e teias tróficas: fluxo de energia, ciclagem de matéria e padrões de

interação.

6. Mutualismos e antagonismos em tempos ecológico e evolutivo

BIE0315 – Tópicos Avançados em Ecologia de Animais

1. Seleção de hábitat: bases conceituais e estudos de caso.

2. Defesa contra predação: o caso do tumulto.

3. Grupos heteroespecíficos: estrutura e funcionamento de bandos mistos.

4. Mutualismos: dispersão de sementes e mirmecofitismo.

5. Dualidade de interações: positivo e negativo em interações ecológicas.

6. Socialidade: altruísmo, cooperação, egoísmo e rancor.

7. Movimentos: dispersão, migração e nomadismo.

8. Forrageio: orientação, navegação e seleção.

BIE0317 - Conservação da Biodiversidade

1. Elementos fundamentais de sustentabilidade e Conservação.

- O que é desenvolvimento sustentável?

- O que é conservação biológica? Por que conservar?

- Biodiversidade - padrões e processos

- Vulnerabilidade à extinção e equilíbrio dos ecossistemas

2. Ameaças à biodiversidade.

- perda e fragmentação de habitat;

- super exploração

- invasão de espécies

3. Abordagens para solução dos problemas de Conservação.

- sistema de unidades de conservação e planos de manejo

- licenciamento ambiental

- código florestal e legislação ambiental

- restauração ecológica

4. Temas transversais de discussão

- código florestal brasileiro

- energia e biocombustíveis

- mudanças climáticas

BIE0320 - Ecologia de Populações e Comunidades Vegetais

1. Dinâmica de populações vegetais:

- Definição

- Métodos de análise de dados: Análise de padrões temporais; Modelos de

crescimento populacional; Modelos matriciais; Análise de sensibilidade e

elasticidade; Estocasticidade ambiental e demográfica. Obs.: A cada ano de

oferecimento da disciplina, um tipo de método será abordado de forma mais

aprofundada e os demais serão apresentados em aula expositiva.

- Principais contextos teóricos: Processos relacionados a mudanças temporais em

populações; Efeitos dependentes e independentes da densidade; Modelo Janzen-

Connell (distância e densidade); Interações com inimigos naturais; Interações

competitivas; Interações de facilitação.

2. Estrutura de populações vegetais:

- Definição

- Métodos de análise de dados: Estrutura espacial em diferentes escalas; Índices de agregação; Uso de testes de Monte Carlo para avaliar significância. Obs.: A cada ano de oferecimento da disciplina, um tipo de método será abordado de forma mais aprofundada e os demais serão apresentados em aula expositiva.

- Principais contextos teóricos: Relações entre padrões e processos; Processos

baseados em nicho; Associação com hábitats; Limitação de dispersão; Importância da estrutura espacial na análise de interações ecológicas.

3. Dinâmica de comunidades vegetais

- Definição

- Métodos de análise de dados: Modelos de dinâmica estocástica; Modelos de soma zero; Simulação de modelos neutros; Modelos de metacomunidade com e sem migração.

- Principais contextos teóricos: Teoria Neutra da biodiversidade; Biogeografia de Ilhas;

Estocasticidade demográfica; Processos baseados em nicho; Processos de dispersão e migração; Processos estabilizadores e equalizadores.

4. Estrutura de comunidades vegetais

- Definição

- Métodos de análise de dados: Índices de similaridade; Métodos multivariados de análise de estrutura de comunidades; Relações filogenéticas em comunidades vegetais. Obs.: A cada ano de oferecimento da disciplina, um tipo de método será abordado de forma mais aprofundada e os demais serão apresentados em aula expositiva.

- Principais contextos teóricos: Padrões e processos relacionados a riqueza, abundância e composição de espécies em comunidades vegetais; Componentes da diversidade (alfa, beta e gama); Mecanismos de coexistência de espécies; Processos neutros; Processos baseados em nicho; História e Filogeografia.

BIE0322 – Autoecologia Vegetal

1. História da Ecologia Vegetal

2. Ecofisiologia

3. Fator Luz – Radiação Eletromagnética e interação com o vegetal.

- Unidades e técnicas de medição

- Padrões de irradiância e microclima

- Aclimatação e ajuste ao ambiente de radiação nos vegetais

- Modelos de copa e interceptação da radiação

4. Balanço de energia e temperatura

- Componentes do balanço de energia

- Fluxo de massa

- Convecção

- Modelos foliares e balanço energético

5. Fator água

- Balanço hídrico

- Solo e regime de aporte hídrico

- Padrões de uso da água e resistência ao stress hídrico

6. Ecofisiologia da Fotossíntese

- Ponto de compensação luminosa

- Tipos fotossintéticos

- Resistência ao sombreamento

7. Ecofisiologia do Stress

8. Classificação e Teoria do Stress

9. Integração entre respostas a fontes de Stress

10. Mudanças globais e efeitos no Balanço de Carbono

0410109 – Fauna, Flora e Ambiente

1. Conceito de diversidade biológica e suas aplicações.

2. Padrões e processos em biodiversidade.

3. Fatores bióticos e abióticos e sua relação com a geração de biodiversidade.

4. Interações biológicas.

5. Biodiversidade brasileira.

6. Obtenção e análise de dados em estudos de fauna e flora e dos ambientes nos

quais estes ocorrem.

7. Disseminação de resultados de pesquisa científica: formas e procedimentos.

8. Papel do biólogo na sociedade

9. O biólogo como professor.

0410517 - Estágio Supervisionado em Ensino de Biologia

1. Alfabetização científica como perspectiva formativa no ensino de ciências e biologia.

2. O ensino de ciências por investigação como abordagem didática para o engajamento em práticas epistêmicas.

3. Avaliação para a aprendizagem na educação em ciências e biologia.

4. O planejamento didático: princípios, práticas e relevância para a formação de professores de ciências e biologia.

5. Sequências didáticas investigativas: articulando objetivos de aprendizagem, estratégias e recursos.

6. O ensino de ciências e biologia nos documentos curriculares oficiais.

7. Papéis de professores e estudantes no ensino de ciências por investigação.

8. Relações entre temas sociocientíficos e ensino de ciências por investigação.

9. Articulação entre teorias pedagógicas e realidade escolar na formação de

professores de ciências e biologia.

10. O papel do estágio supervisionado na formação de professores de ciências e biologia.

11. A pesquisa sobre formação de professores no ensino de ciências e biologia: tendências e práticas.

DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA

Fisiologia Animal: Controle Interno e Reprodução

1. Níveis de organização e evolução do sistema endócrino.

2. Integração neuro-humoral. Sistemas de controle da produção e liberação de hormônios.

3. Ritmos biológicos. Mecanismos de controle do ciclo sono-vigília.

4. Controle neuro-endócrino da reprodução.

5. Gravidez e lactação.

6. Neuroimunomodulação

9. Controle endócrino do metabolismo intermediário

10. Controle integrado da resposta a estressores

11. Sistema neuroendócrino em invertebrados

12. Eixo hipotálamo-hipófise-tireoide

Fisiologia Animal: Mecanismos e Adaptação da Respiração, Circulação e Energética

1. Sistemas biológicos e equilíbrio. Troca e transporte de materiais nos compartimentos do organismo.

2. Circulação de fluidos. Pressão, resistência e fluxo em compartimentos vasculares.

3. Coração e função cardíaca. Efeitos do tamanho corpóreo, modo de vida e habitat na função cardiovascular.

4. Respiração e metabolismo energético no contexto ecológico e comportamental. Taxa metabólica basal. Efeitos do tamanho corpóreo, modo de vida e habitat.

5. Órgãos de trocas de O2 e CO2, pulmões e função pulmonar. Transporte de gases respiratórios.

6. Regulação da ventilação e acoplamento ventilação/perfusão. Sensores de O2 e regulação do metabolismo energético.

7. Termogênese e termorregulação. Animais ectotermos e endotermos e heterotermia.

8. Ajustes do metabolismo à escassez de O2 e à variação de temperatura no ambiente. Estados hipometabólicos.

Fisiologia Animal: Mecanismos e Adaptação da Osmorregulação, Nutrição e Locomoção.

1. Movimento, músculos e atividade muscular. Contração muscular, produção de

força e movimento.

2. Tipos de fibras musculares esqueléticas e relações com o desempenho locomotor e comportamento. Adaptações e funções especiais da musculatura.

3. Alimentação, digestão e absorção. Adaptações à composição da dieta e ao regime alimentar.

4. Nutrição e formação de estoques de substratos energéticos. Ajustes à escassez de alimento e ao jejum.

5. Ingestão de água e sais e balanço hídrico e eletrolítico. Osmorregulação e excreção em organismos aquáticos e ajustes à salinidade do meio.

6. Osmorregulação e excreção em organismos terrestres. Ajustes à escassez de água.

7. Rim e função renal.

8. Equilíbrio ácido-básico em organismos aquáticos e terrestres.

Fisiologia Animal: Mecanismos e Adaptação da Comunicação e Integração

1. Níveis de organização neural e o conceito de unidades funcionais.

2. Potencial de membrana, potencial de ação, comunicação celular e mecanismos de integração.

3. Mecanismos de transdução do sinal e potenciais receptores (ou geradores).

4. Sistemas Sensoriais: órgãos dos sentidos, adaptação aos diferentes meios e integração neural em invertebrados e vertebrados.

5. Desenvolvimento e organização do sistema nervoso na filogênese. Centralização e cefalização.

6. Evolução do sistema nervoso dos vertebrados.

7. Aprendizagem, memória e atenção.

8. Mecanismos neurais do controle da locomoção em artrópodes e vertebrados.

OBS.: CADA CANDIDATO PODERÁ SE INSCREVER EM UMA OU MAIS DISCIPLINAS.

DEPARTAMENTO DE GENÉTICA E BIOLOGIA EVOLUTIVA

ESPECIALIDADE: GENÉTICA

1 – Princípios básicos da herança.

2 – Base cromossômica da hereditariedade.

3 – Determinação do sexo.

4 – Mapa de ligação gênica.

5 – Interação gênica.

6 – Herança poligênica; mecanismo multifatorial.

7 – Herança citoplasmática.

8 – Bases moleculares da hereditariedade.

ESPECIALIDADE: GENÉTICA HUMANA

1 – Princípios básicos da herança.

2 – Variações numéricas e estruturais dos cromossomos.

3 – Herança epigenética.

4 – Determinação e diferenciação do sexo.

5 – Identificação de genes associados a doenças genéticas.

6 – Bases moleculares das doenças genéticas.

7 – Genética de doenças complexas.

ESPECIALIDADE: GENÉTICA DE POPULAÇÕES

1 – Variabilidade genética das populações: polimorfismos genéticos.

2 – Distribuição populacional de alelos e genótipos; estimativas de frequências alélicas.

3 – Sistemas de cruzamentos: panmixia e seus desvios.

4 – Seleção natural; polimorfismos equilibrados.

5 – Coalescência

6 – Fluxo gênico.

7 – Deriva genética.

ESPECIALIDADE: BIOLOGIA CELULAR

1 – Membrana plasmática e suas especializações.

2 – Secreção celular.

3 – O sistema lisossômico e a digestão intracelular.

4 – Organelas oxidativas.

5 – Citoesqueleto e movimentos celulares.

6 – Interação funcional entre as organelas citoplasmáticas.

7 - Ciclo celular e mitose. Meiose.

8 – Diferenciação celular.

9 – Núcleo Interfásico.

ESPECIALIDADE: BIOLOGIA MOLECULAR

1 – Estrutura e síntese dos ácidos nucléicos.

2 – Síntese de proteínas.

3 – Estrutura gênica e regulação da expressão gênica em procariontes.

4 – Estrutura gênica e regulação da expressão gênica em eucariontes.

5 – Bases moleculares da recombinação gênica.

6 – Evolução molecular do genoma eucarionte.

7 – Evolução do conceito de gene.

8 – Modelos de estudo da ação gênica.

9 – Tecnologia do DNA recombinante e suas aplicações.

ESPECIALIDADE: BIOLOGIA EVOLUTIVA

1 – Teorias da evolução.

2 - Origem e evolução das células.

3 – Variabilidade genética.

4 – Seleção natural e adaptação.

5 – Conceitos de espécie.

6 – Modos de especiação.

7 – Evolução do genoma.

8 – Evolução dos sistemas sexuais.

9 – Coevolução.

10 – Macroevolução.

ESPECIALIDADE: ANTROPOLOGIA BIOLÓGICA

1 – Origem, diversidade e evolução dos primatas.

2 – A posição biológica do homem entre os primatas.

3 – Origem e diferenciação dos hominíneos.

4 – Evolução do homem moderno.

5 – Origens do homem na América.

6 – Diversidade biológica do homem moderno.

7 – Crescimento e desenvolvimento corporal nas populações humanas atuais.

8 – Adaptação e adaptabilidade da forma e do tamanho corporal entre as populações

humanas atuais.

9 – Reconstrução do estilo e da qualidade de vida a partir de remanescentes ósseos

humanos.

10 – Paleopatologia e evolução das doenças na humanidade.

ESPECIALIDADE: HISTÓRIA DA BIOLOGIA E ENSINO

1 – Naturalistas e inventários da natureza no Brasil Colônia.

2 – Organização da diversidade de seres vivos ao longo da história.

3 – Ideias de geração e herança da Antiguidade à idade moderna.

4 – Observação e experiência no estudo dos seres vivos no início das ciências modernas.

5 – Desenvolvimento da teoria celular.

6 – Ideias de evolução das espécies: perspectiva histórica.

7 – História da Genética.

8 – História da Ciência: fontes, método e abordagens.

9 – Aplicação da História da Biologia no Ensino de Ciências e Biologia

DEPARTAMENTO DE ZOOLOGIA

Invertebrados;

 Vertebrados;

Princípios de Sistemática e Biogeografia;

Biodiversidade e Educação;

Biodiversidade e a Ciência da Conservação;

Biologia do Desenvolvimento.

O concurso será regido pelos princípios constitucionais, notadamente o da impessoalidade, bem como pelo disposto no Estatuto, no Regimento Geral da Universidade de São Paulo, no Regimento do Instituto de Biociências e nos artigos 2º e 3º da Resolução nº 7955/2020.

  1. Os pedidos de inscrição deverão ser feitos, exclusivamente, por meio do link https://uspdigital.usp.br/gr/admissao, no período acima indicado, devendo o candidato apresentar requerimento dirigido ao Diretor do Instituto de Biociências, contendo dados pessoais e área de conhecimento (especialidade) do Departamento a que concorre, acompanhado dos seguintes documentos:

I – documentos de identificação (RG e CPF ou passaporte);

II – memorial circunstanciado, em português, no qual sejam comprovados os trabalhos publicados, as atividades realizadas pertinentes ao concurso e as demais informações que permitam avaliação de seus méritos, em formato digital;

III – prova de que é portador do título de Doutor, outorgado pela USP, por ela reconhecido ou de validade nacional;

IV – tese original ou texto que sistematize criticamente a obra do candidato ou parte dela, em português, em formato digital;

V – elementos comprobatórios do memorial referido no inciso II, tais como maquetes, obras de arte ou outros materiais que não puderem ser digitalizados deverão ser apresentados até o último dia útil que antecede o início do concurso;

VI – prova de quitação com o serviço militar para candidatos do sexo masculino;

VII – título de eleitor;

VIII – certidão de quitação eleitoral ou certidão circunstanciada emitidas pela Justiça Eleitoral há menos de 30 dias do início do período de inscrições;

IX – comprovação de vacinação contra a Covid-19 (esquema vacinal completo) e de eventuais doses de reforço.

  • 1º - No memorial previsto no inciso II, o candidato deverá salientar o conjunto de suas atividades didáticas e contribuições para o ensino.
  • 2º - Não serão admitidos como comprovação dos itens constantes do memorial links de Dropbox ou Google Drive ou qualquer outro remetendo a página passível de alteração pelo próprio candidato.
  • 3º - Para fins do inciso III, não serão aceitas atas de defesa sem informação sobre homologação quando a concessão do título de Doutor depender dessa providência no âmbito da Instituição de Ensino emissora, ficando o candidato desde já ciente de que neste caso a ausência de comprovação sobre tal homologação implicará o indeferimento de sua inscrição.
  • 4º - Os docentes em exercício na USP serão dispensados das exigências referidas nos incisos VI e VII, desde que as tenham cumprido por ocasião de seu contrato inicial.
  • 5º - Os candidatos estrangeiros serão dispensados das exigências dos incisos VI, VII e VIII, devendo comprovar que se encontram em situação regular no Brasil.
  • 6º - No ato da inscrição, os candidatos portadores de necessidades especiais deverão apresentar solicitação para que se providenciem as condições necessárias para a realização das provas.
  • 7º - Não serão aceitas inscrições pelo correio, e-mail ou fax.
  • 8º - Para fins do inciso IX, ressalvado o disposto no § 9º, serão aceitos como comprovante:

1. o cartão físico de vacinação fornecido no posto onde a pessoa foi vacinada;

2. o certificado nacional de vacinação de Covid-19, disponível no aplicativo ou na versão web do Conecte SUS Cidadão (https://conectesus.saude.gov.br/home);

3. o certificado digital de vacinação contra a Covid-19 disponível no aplicativo Poupatempo Digital;

4. eventuais passaportes da vacina instituídos pelo Poder Público, desde que seja possível verificar sua autenticidade.

  • 9º - Excepcionalmente, caso o candidato esteja dispensado de receber vacinas contra a Covid-19 por razões médicas, deverá apresentar documentação apta a comprovar a dispensa, a qual será analisada pelas instâncias competentes da Universidade, indeferindo-se a inscrição na hipótese de a documentação não se prestar à dispensa pretendida.
  • 10 - É de integral responsabilidade do candidato a realização do upload de cada um de seus documentos no campo específico indicado pelo sistema constante do link https://uspdigital.usp.br/gr/admissao, ficando o candidato desde já ciente de que a realização de upload de documentos em ordem diversa da ali estabelecida implicará o indeferimento de sua inscrição.
  • 11 - É de integral responsabilidade do candidato a apresentação de seus documentos em sua inteireza (frente e verso) e em arquivo legível, ficando o candidato desde já ciente de que, se não sanar durante o prazo de inscrições eventual irregularidade de upload de documento incompleto ou ilegível, sua inscrição será indeferida.
  • 12 - Não será admitida a apresentação extemporânea de documentos pelo candidato, ainda que em grau de recurso.
  1. As inscrições serão julgadas pela Congregação do Instituto de Biociências, em seu aspecto formal, publicando-se a decisão em edital.

Parágrafo único – O concurso deverá realizar-se no prazo máximo de cento e vinte dias, a contar da data da publicação no Diário Oficial do Estado da aprovação das inscrições, de acordo com o artigo 166, parágrafo único, do Regimento Geral da USP.

  1. As provas constarão de:

I – prova escrita – peso 2;

II – defesa de tese ou de texto que sistematize criticamente a obra do candidato ou parte dela – peso 2;

III – julgamento do memorial com prova pública de arguição – peso 4;

IV – avaliação didática – peso 2.

  • 1º - A convocação dos inscritos para a realização das provas será publicada no Diário Oficial do Estado.
  • 2º - Os candidatos que se apresentarem depois do horário estabelecido não poderão realizar as provas.
  • 3º - Nos termos do art. 5º da Portaria GR 7687/2021, é obrigatória a comprovação de vacinação contra a Covid-19 (esquema vacinal completo) e de eventuais doses de reforço em todas as atividades desenvolvidas nos campi da Universidade, ficando eliminados os candidatos que não atenderem a essa exigência.
  • 4º - A Comissão Julgadora se reunirá em sessão fechada, mediante utilização de sistema eletrônico seguro adotado pela Universidade, para:

1. a elaboração de listas de pontos e de temas;

2. a deliberação sobre eventual pedido de substituição de pontos ou de temas;

3. a elaboração do relatório final.

  1. A todas as provas e etapas em que forem utilizados sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância aplicam-se as seguintes normas:

I – é de integral responsabilidade do candidato a disponibilização de equipamentos e de conexão à internet adequados para sua participação em todas as provas e etapas do concurso;

II – aos examinadores que estejam a distância será permitido avaliar e arguir nas mesmas condições que seriam oferecidas aos examinadores presentes no local do concurso;

III – as provas em que for utilizado sistema de videoconferência ou outros meios eletrônicos serão suspensas, caso verificado problema técnico que impeça a adequada participação de qualquer examinador ou do candidato;

IV – se a conexão não for restabelecida no prazo de trinta minutos, o concurso será suspenso;

V – quando problemas técnicos interromperem qualquer prova, esta deverá ser retomada a partir do estágio em que ocorreu o problema técnico ou, havendo impossibilidade de retomada, deverá ser integralmente refeita;

VI – serão preservadas as provas finalizadas antes da ocorrência de problemas técnicos no sistema de videoconferência ou outro meio eletrônico;

VII – todas as ocorrências deverão ser registradas no relatório final.

  1. A prova escrita, que versará sobre assunto de ordem geral e doutrinária, será realizada de acordo com o disposto no art. 139, e seu parágrafo único, do Regimento Geral da USP e do art. 2º da Resolução nº 7955/2020.
  • 1º - A prova será realizada apenas com a presença do candidato e do Presidente da Comissão Julgadora ou de outro examinador que pertença ao quadro da Unidade/órgão.
  • 2º - A comissão organizará uma lista de dez pontos, com base no programa do concurso e dela dará conhecimento aos candidatos, vinte e quatro horas antes do sorteio do ponto, sendo permitido exigir-se dos candidatos a realização de outras atividades nesse período.
  • 3º - O candidato poderá propor a substituição de pontos, imediatamente após tomar conhecimento de seus enunciados, se entender que não pertencem ao programa do concurso, cabendo à Comissão Julgadora decidir, de plano, sobre a procedência da alegação.
  • 4º - Sorteado o ponto, inicia-se o prazo improrrogável de cinco horas de duração da prova.
  • 5º - Durante sessenta minutos, após o sorteio, será permitida a consulta a livros, periódicos e outros documentos bibliográficos.
  • 6º - As anotações efetuadas durante o período de consulta poderão ser utilizadas no decorrer da prova, devendo ser feitas em papel rubricado pelo Presidente da Comissão ou examinador interno à Unidade/órgão e anexadas ao texto final.
  • 7º - A prova, que será lida em sessão pública pelo candidato, deverá ser reproduzida em cópias que serão entregues aos membros da Comissão Julgadora ao se abrir a sessão.
  • 8º - Cada prova será avaliada, individualmente, pelos membros da Comissão Julgadora.
  • 9º- O candidato poderá utilizar microcomputador para a realização da prova escrita, mediante solicitação por escrito à Comissão Julgadora, nos termos da Circ.SG/Co/70, de 5/9/2001, e decisão da Congregação/órgão em sessão de 05/10/2001.
  1. A defesa pública de tese ou de texto elaborado será realizada por meio de sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância.

Parágrafo único – Na defesa pública de tese ou de texto elaborado, os examinadores levarão em conta o valor intrínseco do trabalho, o domínio do assunto abordado, bem como a contribuição original do candidato na área de conhecimento pertinente.

  1. Na defesa pública de tese ou de texto serão obedecidas as seguintes normas:

I – a tese ou texto será enviado a cada membro da Comissão Julgadora, pelo menos trinta dias antes da realização da prova;

II – a duração da arguição não excederá de trinta minutos por examinador, cabendo ao candidato igual prazo para a resposta;

III – havendo concordância entre o examinador e o candidato, poderá ser estabelecido o diálogo entre ambos, observado o prazo global de sessenta minutos.

  1. O julgamento do memorial com prova pública de arguição será realizado por meio de sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância.
  • 1º - O julgamento do memorial e a avaliação da prova pública de arguição serão expressos mediante nota global, atribuída após a arguição de todos os candidatos, devendo refletir o desempenho na arguição, bem como o mérito dos candidatos.
  • 2º – O mérito dos candidatos será julgado com base no conjunto de suas atividades que poderão compreender:

I – produção científica, literária, filosófica ou artística;

II – atividade didática;

III – atividades de formação e orientação de discípulos;

IV – atividades relacionadas à prestação de serviços à comunidade;

V – atividades profissionais, ou outras, quando for o caso;

VI – diplomas e outras dignidades universitárias.

  • 3º – A Comissão Julgadora considerará, de preferência, os títulos obtidos, os trabalhos e demais atividades realizadas após a obtenção do título de doutor.
  1. A prova de avaliação didática destina-se a verificar a capacidade de organização, a produção ou o desempenho didático do candidato.
  • 1º - A prova de avaliação didática será realizada por meio de sistemas de videoconferência e outros meios eletrônicos de participação a distância.
  • 2º - A prova de avaliação didática será pública, correspondendo a uma aula no nível de pós-graduação, e realizada com base no programa previsto neste edital, de acordo com o artigo 156 do Regimento Geral da USP, com o artigo 46 do Regimento do Instituto de Biociências, e com as seguintes normas:

I – compete à Comissão Julgadora decidir se o tema escolhido pelo candidato é pertinente ao programa acima mencionado;

II – o candidato, em sua exposição, não poderá exceder a sessenta minutos, devendo ser promovida a sua interrupção pela Comissão Julgadora quando atingido o 60º (sexagésimo) minuto de prova;

III – ao final da apresentação, cada membro da Comissão poderá solicitar esclarecimentos ao candidato, não podendo o tempo máximo, entre perguntas e respostas, superar sessenta minutos;

IV – cada examinador, após o término da prova de erudição de todos os candidatos, dará a nota, encerrando-a em envelope individual.

  • 3º - Cada membro da Comissão Julgadora poderá formular perguntas sobre a aula ministrada, não podendo ultrapassar o prazo de quinze minutos, assegurado ao candidato igual tempo para a resposta.
  1. O julgamento do concurso de livre-docência será feito de acordo com as seguintes normas:

I – a nota da prova escrita será atribuída após concluído o exame das provas de todos os candidatos;

II – a nota da prova de avaliação didática será atribuída imediatamente após o término das provas de todos os candidatos;

III – o julgamento do memorial e a avaliação da prova pública de arguição serão expressos mediante nota global nos termos do item 8 deste edital;

IV – concluída a defesa de tese ou de texto, de todos os candidatos, proceder-se-á ao julgamento da prova com atribuição da nota correspondente;

  1. As notas variarão de zero a dez, podendo ser aproximadas até a primeira casa decimal.
  2. Ao término da apreciação das provas, cada examinador atribuirá, a cada candidato, uma nota final que será a média ponderada das notas parciais por ele conferidas.
  3. Findo o julgamento, a Comissão Julgadora elaborará relatório circunstanciado sobre o desempenho dos candidatos, justificando as notas.
  • 1º - O relatório final será assinado pelo Presidente da Comissão Julgadora após expressa concordância de todos os examinadores com os seus termos.
  • 2º- Poderão ser anexados ao relatório da Comissão Julgadora relatórios individuais de seus membros.
  • 3º - O relatório da Comissão Julgadora será apreciado pela Congregação/órgão, para fins de homologação, após exame formal, no prazo máximo de sessenta dias.
  1. O resultado será proclamado imediatamente pela Comissão Julgadora em sessão pública.

Parágrafo único – Serão considerados habilitados os candidatos que alcançarem, da maioria dos examinadores, nota final mínima sete.

Maiores informações, bem como as normas pertinentes ao concurso, encontram-se à disposição dos interessados na Assistência Técnica Acadêmica do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, por meio de solicitação ao e-mail academica@ib.usp.br                                                                                                                                                                                                                                                                            

CONCURSO PARA PROFESSOR DOUTOR - ABERTURA DE INSCRIÇÕES                                         

EDITAL IB/AAcad/18/2022

ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO PÚBLICO DE TÍTULOS E PROVAS VISANDO O PROVIMENTO DE 1 (UM) CARGO DE PROFESSOR DOUTOR NO DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA DO INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

O Diretor do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo torna público a todos os interessados que, de acordo com o decidido pela Congregação em sessão ordinária realizada em 28/06/2022, estarão abertas, pelo prazo de 30 (trinta) dias, com início às 8 horas (horário de Brasília) do dia 22/08/2022 e término às 18 horas (horário de Brasília) do dia 20/09/2022, as inscrições ao concurso público de títulos e provas para provimento de 1 (um) cargo de Professor Doutor, referência MS-3.1, em Regime de RDIDP, claro/cargo nº 1008951, com o salário de R$ 13.357,25 (03/2022), junto ao Departamento de Fisiologia,  na área de conhecimento “A relação Leishmania-hospedeiro sob a ótica das ‘ômicas’ ”, nos termos do art. 125, parágrafo 1º, do Regimento Geral da USP, e o respectivo programa que segue:

1. Níveis de organização dos Seres vivos, Sistemas abertos, Interação e trocas com ambiente.

2. Sistemas biológicos e equilíbrio. Troca e transporte de materiais em compartimentos.

3. Receptores e vias de sinalização entre células e organismos.

4. Organização da membrana celular e a comunicação celular.

5. Regulação da expressão gênica e metabolismo de macromoléculas.

6. Sistema Imunitário.

7. Metabolismo de Nitrogênio no crescimento e na defesa celular.

8. Produção de Arginina e de poliaminas no entendimento fisiológico da interação entre organismos.

9. Metabolismo de ferro e de grupo heme e suas correlações fisiológicas na interação entre

organismos.

10. Abordagens ômicas na fisiologia.

O concurso será regido pelos princípios constitucionais, notadamente o da impessoalidade, bem como pelo disposto no Estatuto e no Regimento Geral da Universidade de São Paulo e no Regimento do Instituto de Biociências.

  1. Os pedidos de inscrição deverão ser feitos, exclusivamente, por meio do link https://uspdigital.usp.br/gr/admissao no período acima indicado, devendo o candidato apresentar requerimento dirigido ao Diretor do Instituto de Biociências, contendo dados pessoais e área de conhecimento (especialidade) do Departamento a que concorre, anexando os seguintes documentos:

I – memorial circunstanciado e comprovação dos trabalhos publicados, das atividades realizadas pertinentes ao concurso e das demais informações que permitam avaliação de seus méritos, em formato digital;

II – prova de que é portador do título de Doutor outorgado pela USP, por ela reconhecido ou de validade nacional;

III – prova de quitação com o serviço militar para candidatos do sexo masculino;

IV – título de eleitor;

V – certidão de quitação eleitoral ou certidão circunstanciada emitidas pela Justiça Eleitoral há menos de 30 dias do início do período de inscrições;

VI – comprovação de vacinação contra a Covid-19 (esquema vacinal completo) e de eventuais doses de reforço.

  • 1º - Elementos comprobatórios do memorial referido no inciso I, tais como maquetes, obras de arte ou outros materiais que não puderem ser digitalizados deverão ser apresentados até o último dia útil que antecede o início do concurso.
  • 2º - Não serão admitidos como comprovação dos itens constantes do memorial links de Dropbox ou Google Drive ou qualquer outro remetendo a página passível de alteração pelo próprio candidato.
  • 3º - Para fins do inciso II, não serão aceitas atas de defesa sem informação sobre homologação quando a concessão do título de Doutor depender dessa providência no âmbito da Instituição de Ensino emissora, ficando o candidato desde já ciente de que neste caso a ausência de comprovação sobre tal homologação implicará o indeferimento de sua inscrição.
  • 4º - Os docentes em exercício na USP serão dispensados das exigências referidas nos incisos III e IV, desde que as tenham cumprido por ocasião de seu contrato inicial.
  • 5º - Os candidatos estrangeiros serão dispensados das exigências dos incisos III, IV e V, devendo comprovar que se encontram em situação regular no Brasil.
  • 6º - O candidato estrangeiro aprovado no concurso e indicado para o preenchimento do cargo só poderá tomar posse se apresentar visto temporário ou permanente que faculte o exercício de atividade remunerada no Brasil.
  • 7º - No ato da inscrição, os candidatos portadores de necessidades especiais deverão apresentar solicitação para que se providenciem as condições necessárias para a realização das provas.
  • 8º - Para fins do inciso VI, ressalvado o disposto no § 9º, serão aceitos como comprovante:

1. o cartão físico de vacinação fornecido no posto onde a pessoa foi vacinada;

2. o certificado nacional de vacinação de Covid-19, disponível no aplicativo ou na versão web do Conecte SUS Cidadão (https://conectesus.saude.gov.br/home);

3. o certificado digital de vacinação contra a Covid-19 disponível no aplicativo Poupatempo Digital;

4. eventuais passaportes da vacina instituídos pelo Poder Público, desde que seja possível verificar sua autenticidade.

  • 9º - Excepcionalmente, caso o candidato esteja dispensado de receber vacinas contra a Covid-19 por razões médicas, deverá apresentar documentação apta a comprovar a dispensa, a qual será analisada pelas instâncias competentes da Universidade, indeferindo-se a inscrição na hipótese de a documentação não se prestar à dispensa pretendida.
  • 10 - É de integral responsabilidade do candidato a realização do upload de cada um de seus documentos no campo específico indicado pelo sistema constante do link https://uspdigital.usp.br/gr/admissao, ficando o candidato desde já ciente de que a realização de upload de documentos em ordem diversa da ali estabelecida implicará o indeferimento de sua inscrição.
  • 11 - É de integral responsabilidade do candidato a apresentação de seus documentos em sua inteireza (frente e verso) e em arquivo legível, ficando o candidato desde já ciente de que, se não sanar durante o prazo de inscrições eventual irregularidade de upload de documento incompleto ou ilegível, sua inscrição será indeferida.
  • 12 - Não será admitida a apresentação extemporânea de documentos pelo candidato, ainda que em grau de recurso.
  1. As inscrições serão julgadas pela Congregação do Instituto de Biociências, em seu aspecto formal, publicando-se a decisão em edital.

Parágrafo único – O concurso deverá realizar-se no prazo de trinta a cento e vinte dias, a contar da data da publicação no Diário Oficial do Estado da aprovação das inscrições, de acordo com o artigo 134, parágrafo único, do Regimento Geral da USP.

  1. As provas constarão de:

I – julgamento do memorial com prova pública de arguição - peso 4 (quatro);

II – prova didática - peso 3 (três);

III – apresentação do projeto de pesquisa com prova pública de arguição - peso 3 (três); o projeto de pesquisa a ser apresentado pelo candidato deverá versar sobre um dos seguintes itens:

1. Metabolismo de Nitrogênio no crescimento e na defesa celular.

2. Produção de Arginina e de poliaminas no entendimento fisiológico da

interação entre Leishmania-macrófago.

3. Metabolismo de ferro e de grupo heme e suas correlações fisiológicas na

interação Leishmania-macrófago.

4. Abordagens ômicas na fisiologia.

  • 1º - A convocação dos inscritos para a realização das provas será publicada no Diário Oficial do Estado.
  • 2º - Os candidatos que se apresentarem depois do horário estabelecido não poderão realizar as provas.
  • 3º - Nos termos do art. 5º da Portaria GR 7687/2021, é obrigatória a comprovação de vacinação contra a Covid-19 (esquema vacinal completo) e de eventuais doses de reforço em todas as atividades desenvolvidas nos campi da Universidade, ficando eliminados os candidatos que não atenderem a essa exigência.
  1. O julgamento do memorial, expresso mediante nota global, incluindo arguição e avaliação, deverá refletir o mérito do candidato.

Parágrafo único – No julgamento do memorial, a comissão apreciará:

I – produção científica, literária, filosófica ou artística;

II – atividade didática universitária;

III – atividades relacionadas à prestação de serviços à comunidade;

IV – atividades profissionais ou outras, quando for o caso;

V – diplomas e outras dignidades universitárias.

  1. A prova didática será pública, com a duração mínima de quarenta e máxima de sessenta minutos, e versará sobre o programa da área de conhecimento acima mencionada, nos termos do artigo 137 do Regimento Geral da USP.

I – a comissão julgadora, com base no programa do concurso, organizará uma lista de dez pontos, da qual os candidatos tomarão conhecimento imediatamente antes do sorteio do ponto;

II – o candidato poderá propor a substituição de pontos, imediatamente após tomar conhecimento de seus enunciados, se entender que não pertencem ao programa do concurso, cabendo à comissão julgadora decidir, de plano, sobre a procedência da alegação;

III – a realização da prova far-se-á 24 (vinte e quatro) horas após o sorteio do ponto as quais serão de livre disposição do candidato, não se exigindo dele nesse período a realização de outras atividades;

IV – o candidato poderá utilizar o material didático que julgar necessário;

V – se o número de candidatos o exigir, eles serão divididos em grupos de, no máximo, três, observada a ordem de inscrição, para fins de sorteio e realização da prova;

VI – quando atingido o 60º (sexagésimo) minuto de prova, a Comissão Julgadora deverá interromper o candidato;

VII – se a exposição do candidato encerrar-se aquém do 40º minuto de prova, deverão os examinadores conferir nota zero ao candidato na respectiva prova.

  1. A prova de apresentação do projeto de pesquisa com prova pública de arguição consistirá no julgamento de projeto de pesquisa, em que serão considerados sua adequação às linhas de pesquisa da Unidade, seu enquadramento à área existente do Departamento e sua viabilidade à luz da infraestrutura existente na Unidade. Essa prova deverá ser realizada na forma de diálogo, não devendo exceder 60 (sessenta) minutos para a totalidade dos examinadores e 60 (sessenta) minutos para o candidato.
  2. Ao término da apreciação das provas, cada candidato terá de cada examinador uma nota final que será a média ponderada das notas por ele conferidas, observados os pesos fixados no item 3.
  3. As notas das provas poderão variar de zero a dez, com aproximação até a primeira casa decimal.
  4. O resultado do concurso será proclamado pela comissão julgadora imediatamente após seu término, em sessão pública.
  5. Serão considerados habilitados os candidatos que obtiverem, da maioria dos examinadores, nota final mínima sete.
  6. A indicação dos candidatos será feita por examinador, segundo as notas por ele conferidas.
  7. Será proposto para nomeação o candidato que obtiver o maior número de indicações da comissão julgadora.
  8. A posse do candidato indicado ficará sujeita à aprovação em exame médico realizado pelo Departamento de Perícias Médicas do Estado – DPME, nos termos do Artigo 47, VI, da Lei nº 10.261/68.
  9. A nomeação do docente aprovado no concurso, assim como as demais providências decorrentes, serão regidas pelos termos da Resolução nº 7271 de 2016.
  10. O docente em RDIDP deverá manter vínculo empregatício exclusivo com a USP, nos termos do artigo 197 do Regimento Geral da USP.
  11. O concurso terá validade imediata e será proposto para nomeação somente o candidato indicado para o cargo posto em concurso.
  12. O candidato será convocado para posse pelo Diário Oficial do Estado.
  13. Maiores informações bem como as normas pertinentes ao concurso, encontram-se à disposição dos interessados na Assistência Técnica Acadêmica do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, localizada na Rua do Matão, travessa 14, número 321, Cidade Universitária, São Paulo - SP, Prédio da Administração, ou por meio do email (academica@ib.usp.br).

EDITAL IB/AAcad/19/2022

ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO PÚBLICO DE TÍTULOS E PROVAS VISANDO O PROVIMENTO DE 1 (UM) CARGO DE PROFESSOR DOUTOR NO DEPARTAMENTO DE ZOOLOGIA DO INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

O Diretor do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo torna público a todos os interessados que, de acordo com o decidido pela Congregação em sessão ordinária realizada em 28/06/2022, estarão abertas, pelo prazo de 30 (trinta) dias, com início às 8 horas (horário de Brasília) do dia 22/08/2022 e término às 18 horas (horário de Brasília) do dia 20/09/2022 ,  as inscrições ao concurso público de títulos e provas para provimento de 1 (um) cargo de Professor Doutor, referência MS-3.1, em Regime de RDIDP, claro/cargo  nº 1008994, com o salário de R$ 13.357,25 (03/2022), junto ao Departamento de Zoologia,  na área de conhecimento ‘Sistemática e Evolução de Répteis e Anfíbios”, nos termos do art. 125, parágrafo 1º, do Regimento Geral da USP, e o respectivo programa que segue:

1. Morfologia e moléculas no estudo das relações filogenéticas da herpetofauna.

2. Herpetofauna como modelo para estudo da evolução.

3. Sistemática, diversidade e evolução de Lissamphibia.

4. Sistemática, diversidade e evolução de répteis não avianos.

5. Histórico e perspectivas no estudo da herpetofauna neotropical.

6. Padrões e processos da diversificação da herpetofauna.

7. Conceitos de biogeografia e sua aplicação no estudo da herpetofauna.

8. Conceitos de filogeografia e sua aplicação no estudo da herpetofauna.

9. Diversidade e conservação da herpetofauna neotropical.

O concurso será regido pelos princípios constitucionais, notadamente o da impessoalidade, bem como pelo disposto no Estatuto e no Regimento Geral da Universidade de São Paulo e no Regimento do Instituto de Biociências.

  1. Os pedidos de inscrição deverão ser feitos, exclusivamente, por meio do link https://uspdigital.usp.br/gr/admissao no período acima indicado, devendo o candidato apresentar requerimento dirigido ao Diretor do Instituto de Biociências, contendo dados pessoais e área de conhecimento (especialidade) do Departamento a que concorre, anexando os seguintes documentos:

I – memorial circunstanciado e comprovação dos trabalhos publicados, das atividades realizadas pertinentes ao concurso e das demais informações que permitam avaliação de seus méritos, em formato digital;

II – prova de que é portador do título de Doutor outorgado pela USP, por ela reconhecido ou de validade nacional;

III – prova de quitação com o serviço militar para candidatos do sexo masculino;

IV – título de eleitor;

V – certidão de quitação eleitoral ou certidão circunstanciada emitidas pela Justiça Eleitoral há menos de 30 dias do início do período de inscrições;

VI – comprovação de vacinação contra a Covid-19 (esquema vacinal completo) e de eventuais doses de reforço.

  • 1º - Elementos comprobatórios do memorial referido no inciso I, tais como maquetes, obras de arte ou outros materiais que não puderem ser digitalizados deverão ser apresentados até o último dia útil que antecede o início do concurso.
  • 2º - Não serão admitidos como comprovação dos itens constantes do memorial links de Dropbox ou Google Drive ou qualquer outro remetendo a página passível de alteração pelo próprio candidato.
  • 3º - Para fins do inciso II, não serão aceitas atas de defesa sem informação sobre homologação quando a concessão do título de Doutor depender dessa providência no âmbito da Instituição de Ensino emissora, ficando o candidato desde já ciente de que neste caso a ausência de comprovação sobre tal homologação implicará o indeferimento de sua inscrição.
  • 4º - Os docentes em exercício na USP serão dispensados das exigências referidas nos incisos III e IV, desde que as tenham cumprido por ocasião de seu contrato inicial.
  • 5º - Os candidatos estrangeiros serão dispensados das exigências dos incisos III, IV e V, devendo comprovar que se encontram em situação regular no Brasil.
  • 6º - O candidato estrangeiro aprovado no concurso e indicado para o preenchimento do cargo só poderá tomar posse se apresentar visto temporário ou permanente que faculte o exercício de atividade remunerada no Brasil.
  • 7º - No ato da inscrição, os candidatos portadores de necessidades especiais deverão apresentar solicitação para que se providenciem as condições necessárias para a realização das provas.
  • 8º - Para fins do inciso VI, ressalvado o disposto no § 9º, serão aceitos como comprovante:

1. o cartão físico de vacinação fornecido no posto onde a pessoa foi vacinada;

2. o certificado nacional de vacinação de Covid-19, disponível no aplicativo ou na versão web do Conecte SUS Cidadão (https://conectesus.saude.gov.br/home);

3. o certificado digital de vacinação contra a Covid-19 disponível no aplicativo Poupatempo Digital;

4. eventuais passaportes da vacina instituídos pelo Poder Público, desde que seja possível verificar sua autenticidade.

  • 9º - Excepcionalmente, caso o candidato esteja dispensado de receber vacinas contra a Covid-19 por razões médicas, deverá apresentar documentação apta a comprovar a dispensa, a qual será analisada pelas instâncias competentes da Universidade, indeferindo-se a inscrição na hipótese de a documentação não se prestar à dispensa pretendida.
  • 10 - É de integral responsabilidade do candidato a realização do upload de cada um de seus documentos no campo específico indicado pelo sistema constante do link https://uspdigital.usp.br/gr/admissao, ficando o candidato desde já ciente de que a realização de upload de documentos em ordem diversa da ali estabelecida implicará o indeferimento de sua inscrição.
  • 11 - É de integral responsabilidade do candidato a apresentação de seus documentos em sua inteireza (frente e verso) e em arquivo legível, ficando o candidato desde já ciente de que, se não sanar durante o prazo de inscrições eventual irregularidade de upload de documento incompleto ou ilegível, sua inscrição será indeferida.
  • 12 - Não será admitida a apresentação extemporânea de documentos pelo candidato, ainda que em grau de recurso.
  1. As inscrições serão julgadas pela Congregação do Instituto de Biociências, em seu aspecto formal, publicando-se a decisão em edital.

Parágrafo único – O concurso deverá realizar-se no prazo de trinta a cento e vinte dias, a contar da data da publicação no Diário Oficial do Estado da aprovação das inscrições, de acordo com o artigo 134, parágrafo único, do Regimento Geral da USP.

  1. O concurso será realizado segundo critérios objetivos, em duas fases, por meio de atribuição de notas em provas, assim divididas:

1ª fase (eliminatória) – prova escrita – peso 3 (três);

2ª fase –      I) julgamento do memorial com prova pública de arguição - peso 4 (quatro);

II) prova didática - peso 3 (três).

  • 1º - A convocação dos inscritos para a realização das provas será publicada no Diário Oficial do Estado.
  • 2º - Os candidatos que se apresentarem depois do horário estabelecido não poderão realizar as provas.
  • 3º - Nos termos do art. 5º da Portaria GR 7687/2021, é obrigatória a comprovação de vacinação contra a Covid-19 (esquema vacinal completo) e de eventuais doses de reforço em todas as atividades desenvolvidas nos campi da Universidade, ficando eliminados os candidatos que não atenderem a essa exigência.

I – Primeira fase: PROVA ESCRITA – Caráter Eliminatório

  1. A prova escrita, que versará sobre assunto de ordem geral e doutrinária, será realizada de acordo com o disposto no art. 139, e seu parágrafo único, do Regimento Geral da USP.

I – a comissão organizará uma lista de dez pontos, com base no programa do concurso e dela dará conhecimento aos candidatos, 24 (vinte e quatro) horas antes do sorteio do ponto, sendo permitido exigir-se dos candidatos a realização de outras atividades nesse período;

II – o candidato poderá propor a substituição de pontos, imediatamente após tomar conhecimento de seus enunciados, se entender que não pertencem ao programa do concurso, cabendo à comissão julgadora decidir, de plano, sobre a procedência da alegação;

III – sorteado o ponto, inicia-se o prazo improrrogável de cinco horas de duração da prova;

IV – durante sessenta minutos, após o sorteio, será permitida a consulta a livros, periódicos e outros documentos bibliográficos;

V – as anotações efetuadas durante o período de consulta poderão ser utilizadas no decorrer da prova, devendo ser feitas em papel rubricado pela comissão e anexadas ao texto final;

VI – O candidato poderá utilizar microcomputador para a realização da prova escrita, mediante solicitação por escrito à comissão julgadora, nos termos da Circ.SG/Co/70, de 5/9/2001, e decisão da Congregação em sessão de 05/10/2001;

VII – a prova, que será lida em sessão pública pelo candidato, deverá ser reproduzida em cópias que serão entregues aos membros da comissão julgadora, ao se abrir a sessão;

VIII – cada prova será avaliada, individualmente, pelos membros da comissão julgadora;

IX – serão considerados habilitados para a 2ª fase os candidatos que obtiverem, da maioria dos membros da comissão julgadora, nota mínima sete;

X – a comissão julgadora apresentará, em sessão pública, as notas recebidas pelos candidatos.

  1. Participarão da segunda fase somente os candidatos aprovados na primeira fase.

II – Segunda fase: PROVA PÚBLICA DE ARGUIÇÃO E JULGAMENTO DO MEMORIAL E PROVA DIDÁTICA

PROVA PÚBLICA DE ARGUIÇÃO E JULGAMENTO DO MEMORIAL

  1. O julgamento do memorial, expresso mediante nota global, incluindo arguição e avaliação, deverá refletir o mérito do candidato.

Parágrafo único – No julgamento do memorial, a comissão apreciará:

I – produção científica, literária, filosófica ou artística;

II – atividade didática universitária;

III – atividades relacionadas à prestação de serviços à comunidade;

IV – atividades profissionais ou outras, quando for o caso;

V - diplomas e outras dignidades universitárias.

PROVA DIDÁTICA

  1. A prova didática será pública, com a duração mínima de quarenta e máxima de sessenta minutos, e versará sobre o programa da área de conhecimento acima mencionada, nos termos do artigo 137 do Regimento Geral da USP.

I – a comissão julgadora, com base no programa do concurso, organizará uma lista de dez pontos, da qual os candidatos tomarão conhecimento imediatamente antes do sorteio do ponto;

II – o candidato poderá propor a substituição de pontos, imediatamente após tomar conhecimento de seus enunciados, se entender que não pertencem ao programa do concurso, cabendo à comissão julgadora decidir, de plano, sobre a procedência da alegação;

III – a realização da prova far-se-á 24 (vinte e quatro) horas após o sorteio do ponto as quais serão de livre disposição do candidato, não se exigindo dele nesse período a realização de outras atividades;

IV – o candidato poderá utilizar o material didático que julgar necessário;

V – se o número de candidatos o exigir, eles serão divididos em grupos de, no máximo, três, observada a ordem de inscrição, para fins de sorteio e realização da prova;

VI – quando atingido o 60º (sexagésimo) minuto de prova, a Comissão Julgadora deverá interromper o candidato;

VII – se a exposição do candidato encerrar-se aquém do 40º minuto de prova, deverão os examinadores conferir nota zero ao candidato na respectiva prova.

JULGAMENTO DA 2ª FASE

  1. Ao término da apreciação das provas, cada candidato terá de cada examinador uma nota final que será a média ponderada das notas por ele conferidas nas duas fases, observados os pesos mencionados no item 3.
  2. As notas das provas poderão variar de zero a dez, com aproximação até a primeira casa decimal.
  3. A nota obtida pelo candidato aprovado na prova escrita irá compor a média final da segunda fase, com peso xx.
  4. O resultado do concurso será proclamado pela comissão julgadora imediatamente após seu término, em sessão pública.
  5. Serão considerados habilitados os candidatos que obtiverem, da maioria dos examinadores, nota final mínima sete.
  6. A indicação dos candidatos será feita por examinador, segundo as notas por ele conferidas.
  7. Será proposto para nomeação o candidato que obtiver o maior número de indicações da comissão julgadora.
  8. A posse do candidato indicado ficará sujeita à aprovação em exame médico realizado pelo Departamento de Perícias Médicas do Estado – DPME, nos termos do Artigo 47, VI, da Lei nº 10.261/68.
  9. A nomeação do docente aprovado no concurso, assim como as demais providências decorrentes, serão regidas pelos termos da Resolução nº 7271 de 2016.
  10. O docente em RDIDP deverá manter vínculo empregatício exclusivo com a USP, nos termos do artigo 197 do Regimento Geral da USP.
  11. O concurso terá validade imediata e será proposto para nomeação somente o candidato indicado para o cargo posto em concurso.
  12. O candidato será convocado para posse pelo Diário Oficial do Estado.

20. Maiores informações, bem como as normas pertinentes ao concurso, encontram-se à disposição dos interessados na Assistência Técnica Acadêmica do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, localizada na Rua do Matão, travessa 14, número 321, Cidade Universitária, São Paulo - SP, Prédio da Administração, ou por meio do email (academica@ib.usp.br).