Contribuições do Instituto Oswaldo Cruz para o conhecimento da biodiversidade: Novos táxons descritos de 2006 a 2015

PDF (692.07 KB)

Autor / Author

Ana Margarida Ribeiro do Amaral, Camila Dutra e Mello Ribeiro, Vitor Hugo da Silva Martins, Tereza dos Santos, Márcio Felix

Resumo

Novos táxons descritos por pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz de 2006 a 2015 foram catalogados com base na Web of Science. Dados como filos estudados, coleções de depósito dos holótipos e identificação de hospedeiros, dentre outros, foram contabilizados e analisados. Em dez anos, 107 artigos científicos foram publicados, com a descrição de 175 novos táxons dos domínios Bacteria e Eukaryota, sendo 12 gêneros e 163 espécies, incluindo quatro fósseis. A grande maioria das espécies descritas ocorre no Brasil. Dos seis filos registrados, Arthropoda é o mais representado. Oitenta holótipos foram depositados em coleções do Instituto Oswaldo Cruz. Os resultados mostram a continuidade da produção em taxonomia nessa instituição, historicamente atuante na pesquisa em biodiversidade desde 1901.

 

Palavras-chaves. Taxonomia; Espécie nova; Gênero novo; Web of Science; Análise de artigos científicos; Cienciometria

 

Title

Contributions of the Oswaldo Cruz Institute to the biodiversity knowledge: New taxa described from 2006 to 2015

Abstract

New taxa described by researches from the Oswaldo Cruz Institute in the years 2006 to 2015 were catalogued based on Web of Science. Data as studied phyla, holotype repositories, and identification of hosts, among others, were accounted and analyzed. In ten years, 107 papers were published with descriptions of 175 new taxa from the domains Bacteria and Eukaryota, being 12 genera and 163 species, including four fossil ones. Most of described species occurs in Brazil. Arthropoda is the most representative of the six registered phyla. Eighty holotypes were deposited in collections of the Oswaldo Cruz Institute. The results show the continuity of the taxonomic production in this institution, which is historically active in biodiversity research since 1901.

 

Keywords. Taxonomy; New species; New genus; Web of Science; Research articles analysis; Scientometrics.

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License