Tomando partido: um caso de influência de ideologia política na divulgação da neurociência

PDF (410.18 KB)

Autor / Author

Vinícius Rosa Cota e Renato Marciano Maciel

Resumo

A ciência como empreitada humana de busca do conhecimento muito se beneficiou não só do estabelecimento do método científico, mas também de sua divulgação para os pares e para o público leigo. No fazer científico, portanto, entra em cena uma série de atores para além do cientista, incluindo o jornalista e outros mais, estando todos eles sujeitos a imprimir, nesse processo, cores de ideologias de toda natureza, inclusive político-partidária. Apesar de que a quantidade e a qualidade dessa influência é discutível, conhecer o fenômeno parece essencial. Neste artigo de opinião, apresentamos os elementos básicos do método científico e da divulgação científica, bem como as relações que política e ciência mantêm, com interesse especial para aquelas que se dão na divulgação científica para o público leigo. Para isso, analisamos com mais detalhes um caso ilustrativo de influência de ideologia político-partidária na divulgação leiga da neurociência: a repercussão na mídia eletrônica da demonstração do exoesqueleto robótico na abertura da Copa do Mundo no Brasil. Concluímos com reflexões sociológicas que situam a questão em análise em uma perspectiva que talvez coopere na importante aproximação entre ciência e jornalismo. Palavras-chave. Ciência, política, partido, ideologia, divulgação neurocientífica, exoesqueleto. DOI: 10.7594/revbio.15.01.09

Title

Vinícius Rosa Cota e Renato Marciano Maciel

Abstract

Science as a human enterprise of search for knowledge has largely benefited not only from the development of the scientific method, but also from the practice of technical and lay reporting of its findings. In view of this, doing science in society is an activity that relates to a myriad of actors besides the scientist and in which journalists and others are included. Therefore, all these actors may leave a mark in the scientific process as a whole, according to adopted ideologies of many kinds, including political and partisan. Although the quantity and quality of such influences in science are still a matter of debate, getting to know them seems to be of undisputable importance. In this opinion paper, we present the fundamental topics about the scientific method and scientific reporting, as well as the relationships science holds with politics, with a special interest on those concerning scientific reporting to the lay public. For this, we proceed with a more thoughtful analysis of a representative case illustrating the influence of political-partisan ideology in the reporting of neuroscience findings: the electronic media coverage following the demonstration of the robotic exoskeleton during the opening of World Soccer Cup in Brazil. We conclude by revisiting discussions in the literature to put the issue into a proper perspective that may help in the important dialogue between science and journalism. Keywords. Science; politics; political party; ideology; neuroscience reporting; exoskeleton.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <blockquote> <p> <br>

Mais informações sobre as opções de formatação