Mais detalhes sobre a Revista

Processo de submissão e avaliação dos trabalhos

O autor que desejar ter o seu trabalho publicado na Revista deverá submetê-lo à apreciação dupla por pares, em caso de divergência dos pareceres (um positivo a publicação e o outro negativo), o manuscrito será encaminhado a um terceiro revisor para desempate. Os Editores-chefes de cada área se encarregarão de realizar uma primeira avalição do manuscrito, que deve estar dentro das normas da revista, para depois enviá-lo para um Editor de Seção, de acordo com a linha de pesquisa que tiver mais proximidade com o tema do artigo proposto. O Editor de Seção se encarregará de enviar o trabalho para revisão a: dois ou mais mestres, doutorandos ou doutores na área, os quais irão exercer a função de avaliadores. A escolha do avaliador também será baseada no histórico acadêmico. Não serão escolhidos para revisão dos manuscritos avaliadores pertencentes ao mesmo grupo de pesquisa dos autores. Cada avaliador terá acesso a uma ficha detalhada de orientação de avaliação. A ficha tem como objetivo orientar a revisão pelos avaliadores e direcionar a fundamentação do parecer produzido. Todos os textos serão avaliados em duplo-cego, onde os avaliadores não possuem acesso aos nomes dos autores e vice-versa. Os avaliadores especialistas da área abordada analisarão os manuscritos quanto à qualidade científica (pertinência dos resultados apresentados, adequação dos métodos com relação ao objetivo proposto, embasamento teórico e qualidade da discussão) e linguagem adotada (tanto para textos em inglês quanto para português). O autor do manuscrito é inteiramente responsável pela revisão gramatical. Uma vez finalizado o processo avaliativo, caberá ao conselho editorial a decisão final com relação à publicação do trabalho. O parecer final poderá ser: aceito, aceito com modificações ou negado.

Estruturação da Revista

1. Editor Executivo:

As obrigações:
I) Cabe ao Editor executivo avaliar a publicação da Revista.

2. Editores-chefes:

As obrigações:
I) Os Editores-chefes fazem a primeira triagem dos trabalhos submetidos, selecionam aqueles que se encaixam na proposta da revista e recusam os que fogem da proposta original. Trabalhos que não cumpram os requisitos mínimos apresentados nas fichas de revisão podem ser rejeitados nessa primeira etapa.
II) Cabe aos Editores-chefes encaminhar todos os trabalhos relevantes para o Editor de Seção que julgar mais apropriado.
III) Os Editores-chefes recebem a decisão do Editor de Seção, bem como as análises feitas pelos avaliadores. Os Editores-chefes têm a decisão final, podendo acatar ou não a decisão do Editor de Seção. Encarregam-se, então, de encaminhar o material recebido para o autor do manuscrito.
IV) Cabe aos Editores-chefes verificar a adequação do texto em relação à forma e à proposta da Revista, como etapa final do processo de avaliação.

3. Editores de Seção:
O corpo de Editores de Seção é composto por especialistas (doutores) reconhecidos das grandes áreas da Biologia, provenientes de diferentes instituições de pesquisa. A escolha dos Editores de Seção deve ser baseada no histórico acadêmico. Aquele que apresentar clara dedicação com aspectos relacionados à divulgação cientifica e educação deve ser, preferencialmente, escolhido.
As obrigações:
I) O Editor de Seção é encarregado de receber o texto encaminhado pelos Editores-chefes e encaminhá-lo aos avaliadores especialistas que julgar apropriados.
II) Cabe ao Editor de Seção receber as análises feitas pelos avaliadores. O Editor de Seção é responsável também pelo julgamento do mérito e da qualidade das considerações feitas pelos avaliadores. Caso a avaliação não seja adequada, um novo avaliador deve ser indicado. É função também do Editor de Seção escrever um comentário a respeito da qualidade do trabalho feito pelos avaliadores. Uma vez que o corpo de avaliadores pode ser composto por alunos de pós-graduação, este retorno se faz necessário para o aprendizado dos mesmos.
III) Cabe ao Editor de Seção tecer um julgamento em relação à publicação do manuscrito, que pode ser aceito, aceito com modificações ou negado.
4. Avaliadores especialistas:
Mestres, doutorandos (devidamente matriculados) e doutores são potenciais avaliadores. A escolha dos avaliadores deve ser feita de acordo com o tema dos trabalhos submetidos e o histórico acadêmico do avaliador. Desta forma, não há um cargo fixo de avaliador, cada volume/artigo terá um corpo de avaliadores que dependerá dos assuntos abordados. Os avaliadores não são obrigados a se identificar, e podem ter os créditos reconhecidos no volume em que participaram.
As obrigações:
I) O avaliador especialista deve avaliar o trabalho encaminhado a ele pelo Editor de Seção dentro do prazo estipulado e seguindo os critérios explicitados na ficha de avaliação (fichas de avaliação estão disponíveis no guia de redação). 

"A Revista da Biologia é uma iniciativa inovadora dos estudantes do Instituto de Biociências e configura-se em um instrumento valioso para a complementação da formação de recursos humanos em nosso instituto. Além disso, a revista constitui-se em um veículo adicional para a divulgação científica, em seu sentido mais amplo e atende uma parcela significativa da comunidade acadêmica. O projeto tem o apoio da Diretoria do Instituto de Biociências, que o considera meritório e relevante e envidará esforços para seu sucesso." Welington Braz Carvalho Delitti - Diretor do Instituto de Biociências da USP e Editor Executivo da Revista da Biologia (2008-2011)

Rev. Biol.