A compensação de árvores pelas paredes verdes

compensacaoA compensação de árvores pelas paredes verdes

Confira duas reportagens 1 e 2, com a participação do Prof. Marcos Silveira Buckeridge do Departamento de Botânica do IB/USP, sobre os jardins verticais e os muros verdes da cidade de SP.
Após uma comparação, tomando como base a copa da espécie Tipuana tipu, que representa quase a totalidade das árvores da cidade, o docente concluiu que 1m2 de árvore equivaleria a 2m2 de parede verde. Outras questões devem ser consideradas, como a captura de carbono, realizada em maior quantidade pelas árvores, e a questão da água. A árvore, além de liberar umidade, ajuda a absorver a água do solo e evitar enchentes, enquanto as paredes verdes precisam ser irrigadas constantemente para sobreviver.
"Para Buckeridge, as paredes verdes têm um apelo estético indiscutível, mas a prioridade para a cidade deve ser a arborização, pois São Paulo tem um déficit de 150 mil árvores".