A cana e o etanol de segunda geração

cana fmtA cana e o etanol de segunda geração

O professor Marcos Buckeridge falou à revista Exame sobre os avanços na tecnologia do etanol que o Brasil vem alcançando nos últimos anos. Pesquisadores do Instituto Nacional de Biotecnologia para o Etanol (INCT/FAPESP), coordenados por Buckeridge, vem avançando no entendimento da estrutura da parede celular das células da cana de açúcar. É a rede de fibras de carboidratos que é usada com fonte do etanol de segunda geração.

Aprenda mais sobre o assunto clicando no link.