Desmatamento pode afetar bactérias benéficas na pele dos sapos

cnlcpijjgnepjelcDesmatamento pode afetar bactérias benéficas na pele dos sapos

Já faz algum tempo que as bactérias, como grupo de seres vivos, deixaram de ser vistas exclusivamente como vilãs à saúde. E isso não é válido apenas para as que povoam o organismo humano. De acordo com a bióloga Ananda Brito de Assis, algumas bactérias da pele podem ajudar a proteger os anfíbios, atuando como uma primeira barreira de proteção contra microrganismos causadores de doenças – além de terem um grande potencial biotecnológico, já que ainda foram pouco estudadas.
Ananda é autora de pesquisa realizada no Instituto de Biociências (IB) da USP que atestou que a diversidade de micróbios da pele de espécies de sapos na Mata Atlântica do Brasil pode variar bastante de acordo com o hábitat. Mais do que isso, tal diversidade pode ser afetada pela qualidade do hábitat. Para chegar a essa conclusão, a bióloga comparou comunidades microbianas hospedadas por anfíbios habitantes de áreas fragmentadas e áreas preservadas de floresta atlântica."

Leia a íntegra da reportagem veiculada pelo Jornal da USP.