Mais perto do embrião humano transgênico

humantransgenicoArtigo: Mais perto do embrião humano transgênico

"Sim, demos um grande passo na direção do uso da edição de genoma em pacientes com doenças genéticas. Se esses resultados forem comprovados por outros grupos e a técnica funcionar tão bem para a correção de outros genes, teremos sim a possibilidade de erradicar doenças genéticas de quem puder pagar pelo procedimento — que envolverá fertilização in vitro com correção da mutação genética, e sequenciamento do genoma dos embriões para se certificar de quais deles foram de fato corrigidos. Esses serão transferidos para o útero da mãe, e se tudo der certo, nascerão bebês livres da mutação causadora de doença nas gerações prévias.

Pois então, está mais do que na hora de conclamarmos legistas, psicólogos, sociólogos e a população em geral para discutir as vantagens e os riscos de usar a tecnologia de edição do genoma em seres humanos. Para evitar doenças como câncer e Alzheimer, ou para pesquisa? Sim. E para que o bebê tenha olhos azuis, seja mais inteligente ou mais alto? Em que situações permitiremos sua aplicação?"

Leia o artigo completo da Profa. Lygia da Veiga Pereira do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB/USP, publicado recentemente no Jornal O GLobo: https://m.oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/artigo-mais-perto-do-embriao-humano-transgenico-21667294

Confira a reportagem sobre os cientistas que editaram o DNA de um embrião no momento da fecundação: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/08/pesquisadores-editam-dna-de-embriao-e-evitam-doenca-hereditaria.html
https://globoplay.globo.com/v/6054540/