Captação da água da chuva no IB

egbertoCaptação da água da chuva no IB

Frente aos atuais problemas com a falta de água, a conscientização do quão importante é o papel de cada um contra o seu desperdício é fundamental.

Em uma instituição pública, soma-se a isso a economia do dinheiro público proveniente do menor consumo de água.

Apresentamos a iniciativa de um funcionário do Instituto de Biociências da USP (IB/USP), que montou um sistema de captação de águas pluviais num reservatório de 10 mil litros da água da chuva, até então desperdiçados.


A IDEIA: Surgiu por iniciativa do funcionário, que viu em uma caixa da água (cisterna), que deveria servir de reservatório para a irrigação do jardim da unidade, mas que estava inutilizada há mais de 5 anos devido ao alto custo para sua instalação usual, a oportunidade para amenizar o desperdício da água da chuva e diminuir os gastos com o sistema de irrigação do jardim do Instituto.

O FUNCIONÁRIO: Erismaldo Carlos de Oliveira, o Jacaré como é conhecido pelos amigos e funcionários, é jardineiro e trabalha no Departamento de Botânica do IB/USP há mais de 14 anos.

 O PROJETO: Nos dias de chuva, o funcionário percebia que a água proveniente de uma grande calha de um dos prédios do Instituto era perdida, e então, lembrando-se do reservatório inutilizado, resolveu ele mesmo montar um sistema de captação. 

Erismaldo, por conta própria, e sem custos extras para a unidade, realizou as adaptações necessárias utilizando restos de materiais e outros materiais já disponíveis no IB e colocou em prática o projeto.
A caixa d´água foi colocada entre a estufa mergulhada e a Xiloteca, onde se encontra a calha, foi feita a instalação de uma bomba elétrica e a ligação com um sistema de mangueiras e assim ficou apta para captar 10.000 litros de água da chuva e utilizá-los na irrigação das estufas e canteiros do Jardim.

cisterna
O IB/USP parabeniza a proatividade e iniciativa do funcionário!