Hereditariedade I

Este roteiro foi adaptado da atividade A Família Silva e seus genes: os filhos são diferentes, mas todos são Silva. Saiba como, de autoria de Jorge Oyakawa, Ronaldo Serafim da Silva, Maria Augusta Q.R. Pereira e Eliana Maria Beluzzo Dessen.

Autores:

Kátia Gianni de Carvalho
Daniela Strauss Thuler
Flávio Krzyzanowski Júnior
Soung Jun Kim

Contexto:

Esta aula destina-se ao 8º Ano do Ensino Fundamental, quando os alunos estiverem trabalhando o tema Citologia. Ao ter esta aula, os alunos já deverão ter noções sobre a estrutura celular, inclusive a do DNA e dos cromossomos.

Objetivo:

    • Construir a idéia de transmissão das características dos pais para os filhos através dos genes.

Material utilizado:

  • Cartolina;
  • Esquemas do pai e da mãe (Anexo 1);
  • Tabela de características (Anexo 2);
  • Esquemas de crianças (Anexo 3);
  • Papel sulfite;
  • Giz de cera;
  • Dados;
  • Fita crepe, fita adesiva ou dupla face.

Dinâmica:

Antes de dar início à atividade propriamente dita, o professor já deverá ter discutido em outras aulas, a estrutura do material genético (DNA, cromossomos, ocorrência de genes dominantes e recessivos) e a transmissão de caracteres dos pais para os filhos.

Nesta aula, o professor colocará um cartaz representando um casal de pais (Anexo 1) na lousa. Cada cartaz deverá conter características bem visíveis, como por exemplo, cor do cabelo.

Os alunos serão divididos em grupos e cada grupo receberá uma tabela contendo as características dos pais (fenótipo e genótipo) (Anexo 2), um dado, um esquema com desenho de uma criança (filho) (Anexo 3) e um conjunto de giz de cera.
O jogo tem início com o sorteio do sexo do filho. Para isso, o grupo deverá jogar o dado duas vezes, uma para obter o gene transmitido pelo pai e outra para obter o gene transmitido pela mãe. Quando o dado sortear números ímpares, definirá um gene dominante ou o X e quando sortear números pares definirá os genes recessivos ou o Y. Se na primeira jogada já sair um cromossomo Y, não será necessário um novo lançamento, já que a presença do Y determina o sexo masculino no filho.

Para as demais características, o grupo deverá sempre lançar duas vezes o dado e ir consultando a tabela. Definida as características dos filhos, os alunos deverão desenhá-lo e colocá-lo abaixo da figura dos pais, na lousa. Cada grupo deverá explicar uma das características obtidas e, portanto, a transmissão de genes que ocorreu dos pais para o filho. Em seguida, será distribuído um texto sobre os conceitos importantes da aula (Anexo 4).

Para fazer o download desse roteiro, acesse a seção de Downloads.

pixelstats trackingpixel