Instituto de Biociências - Universidade de São Paulo
Construção do Campus
Construção do Edifício

> home

Trajetória


Os ilustres professores Paulo Sawaya e Ernesto Marcus, de tendência cooperativa e integradora facilitaram para que o Edifício Zoologia, desde o início do seu funcionamento, se tornasse um polo significativo e difusor de cultura e de idéias, congregando em suas dependências várias outras Instituições, num convívio democrático, multicultural, harmonioso e profícuo.

Fundada em 1948, a SBPC - Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, tinha como sócio fundador o Prof. Paulo Sawaya. Por não ter local para sua administração, funcionou em dependências cedidas pelo Departamento de Fisiologia Geral e Animal no Edifício Zoologia. Funcionários do Departamento realizavam trabalhos de secretaria e organização de suas reuniões anuais.

O Prof. Paulo Sawaya, que também era membro fundador do IBMar – Instituto de Biologia Marinha, e foi seu Diretor no período de 1955 a 1973, implantou as primeiras instalações do referido Instituto no Edifício Zoologia. As instalações consistiam de um apartamento no 1º piso, com dois quartos, sendo um utilizado como sala de recepção e transmissão do rádio de comunicação com os laboratórios do IBMar em São Sebastião-SP e o outro, eventualmente, utilizado como alojamento para professores visitantes.

Em meados de 1984 o IBMar passou a funcionar no prédio atualmente ocupado pela Administração do IB e hoje, Instituto Especializado da USP, denominado CEBIMAR – Centro de Biologia Marinha, está sediado em São Sebastião.

Em 1957 a construção do Edifício Zoologia foi concluída e uma ala foi ocupada pelos Departamentos de Fisiologia, Farmacologia e Parasitologia da Faculdade de Medicina Veterinária. O ilustre Professor Zeferino Vaz integrava o corpo docente da FMV.

Em 1958, o Professor Paulo de Toledo Artigas, transferiu a Cátedra de Parasitologia, a primeira parte da Faculdade de Farmácia e Odontologia, a ser transferida para o Edifício Zoologia, no campus.

Em 1970, com a reforma universitária, o Departamento de Parasitologia da FFO passou a integrar o Instituto de Ciências Biomédicas tendo como 1º Diretor o Prof. Artigas e Secretário Sr. Rubens da Silva Teodoro. A Administração do ICB funcionou no prédio da Zoologia até a construção do complexo Biomédicas I, II e III na Cidade Universitária.

O Edifício Zoologia abrigou, na sala 323 – 2º piso, instalações do IPH - Instituto de Pré História do Prof. Paulo Duarte. O IPH, atual Museu de Arqueologia e Etnologia, mudou-se para instalações provisórias no CRUSP – Conjunto Residencial da Universidade de São Paulo e hoje tem prédio próprio.

A ADUSP - Associação dos Docentes da USP nasceu no Departamento de Fisiologia do Edifício Zoologia, inicialmente como Associação dos Auxiliares de Ensino, numa tentativa de reunir os elementos da categoria, tendo como presidente o Prof. Erasmo Garcia Mendes. Com a reforma universitária, a categoria dos Auxiliares de Ensino deixou de existir juntamente com a Associação.

Em 1976, a entidade foi recriada com o nome de Associação dos Docentes da Universidade de São Paulo.

Os Departamentos de Fisiologia e Zoologia passaram a integrar o Instituto de Biociências da USP, criado em 1970 e tendo o Prof. Paulo Sawaya como seu 1º Diretor e Secretário Sr. Rubens Alfredo de Pilla. A Administração do Instituto passou a funcionar no Edifício Zoologia até 1981 quando foi transferida para as atuais instalações, num prédio próximo, anteriormente ocupado pelo FUNDUSP – Fundo de Construção da Universidade de São Paulo.

Como parte das comemorações aos 50 anos de construção, foi dado início às obras de reforma do Anfiteatro e restauro da fachada do Edifício de Zoologia, atual Edifício Ernesto Marcus.

amplie