Evidências para a Especiação

Especiação em ação?
No verão de 1995, pelo menos 15 iguanas sobreviveram ao furacão Marilyn em um conjunto de árvores arrancadas. Elas vagaram pelo alto mar por um mês antes de colonizarem a ilha do Caribe, Anguilla. Esses poucos indivíduos foram talvez, os primeiros da espécie, Iguana iguana, a chegar a ilha. Se houvessem populações de Iguana iguana colonizadoras de Anguilla, elas morreram antes que os humanos pudessem registrar sua presença. .

Iguana Os biólogos evolutivos gostariam de saber o que acontece em seguida: será que as Iguanas colonizadoras morreram, será que sobreviveram e mudaram um pouco apenas, ou será que se tornaram reprodutivamente isoladas de outras Iguana Iguana e tornaram-se uma nova espécie? Poderíamos estar assistindo os primeiros passos de um evento de especiação alopátrica mas em tão pouco tempo não podemos ter certeza.

Um modelo plausível: Nós temos vários modelos plausíveis de como especiação ocorre — mas é claro, é difícil para nós conseguirmos uma testemunha ocular de um evento de especiação natural já que a maioria desses eventos aconteceu em um passado distante. Podemos descobrir que eventos de especiação aconteceram e frequentemente quando eles aconteceram, mas é mais difícil descobrir como eles aconteceram. No entanto, podemos usar nossos modelos de especiação para fazer previsões e em seguida verificar essas previsões com relação as nossas observações do mundo natural e os resultados dos experimentos. Como exemplo, vamos examinar algumas evidências relevantes do modelo de especiação alopátrica.

Os cientistas encontraram muitas evidências que são consistentes com eventos de especiação alopátrica sendo uma forma comum de formar novas espécies:
  • Padrões Geográficos: Se eventos de especiação alopátrica acontecessem, poderíamos prever que populações da mesma espécie em diferentes localizações geográficas seriam geneticamente diferentes. Há abundantes observações que sugerem que isso é frequentemente verdadeiro. Por exemplo, muitas espécies apresentam “variedades” regionais que são ligeiramente diferentes geneticamente e na aparência, como no caso da Coruja-pintada do norte e da Coruja-pintada mexicana. Além disso, espécies em anel são exemplos convincentes de como diferenças genéticas podem surgir através de fluxo gênico reduzido e distanciamento geográfico.

    Manchado coruja faixas
    Subespécies de coruja-pintada morando em diferentes localizações geográficas mostram algumas diferenças genéticas e morfológicas. Esta observação é consistente com a idéia de que novas espécies se formam através de isolamento geográfico.

  • Resultados Experimentais: Os primeiros passos de especiação têm sido produzidos em diversos experimentos de laboratório envolvendo isolamento “geográfico”. Por exemplo, Diane Dodd examinou os efeitos do isolamento geográfico e seleção nas moscas da fruta. Ela tirou as moscas da fruta de uma única população e dividiu-as em populações isoladas morando em gaiolas para simular o isolamento geográfico. Metade da população vivia em uma alimentação baseada em maltose e a outra metade vivia em uma alimentação baseada em amido. Depois de muitas gerações, as moscas foram testadas para saber com quais moscas elas preferem se acasalar. Dodd descobriu que algum tipo de isolamento reprodutivo ocorreu como resultado do isolamento geográfico e seleção por diferentes fontes de alimentos nos dois ambientes: "moscas da maltose" preferiram outras "moscas da maltose" e "moscas do amido" preferiram outras "moscas do amido." Embora, não possamos ter certeza, essas diferentes preferências provavelmente existiram porque a seleção por utilização de diferentes fontes de alimentos também afetou certos genes envolvidos no comportamento de reprodução. Este é o tipo de resultado que seria de se esperar, se a especiação alopátrica fosse um modo típico de especiação.

    Frutas experimento especiação voar
    O experimento de Diane Dodd com moscas de fruta sugere que populações isoladas em diferentes ambientes (e.g., com diferentes fontes de alimentos) podem levar ao início de um isolamento reprodutivo. Estes resultados são consistentes com a idéia de que o isolamento geográfico é um importante passo para alguns eventos de especiação.

Explore mais
•  Modos de especiação
•  Especiação alopátrica
•  Especiação peripátrica
•  Especiação parapátrica
•  Especiação simpátrica
•  Isolamento reprodutivo
•  Coespeciação
•  Especiação nas plantas

Ensine Isso!
Planos de aula para ensinar sobre evidência para a especiação


• Iguana Imagem cedida por George W. Robinson © California Academy of Sciences
• Northern spotted owl imagem cedida por John e Karen Hollingsworth cortesia da U.S. Fish and Wildlife Service
• Mexican spotted owl imagem cedida por Diane Knudsen cortesia da U.S. Fish and Wildlife Service









































Leia mais sobre espécies em anel.





































Leia mais sobre especiação.
Prova Rápida
















Busca · Índice · Navegação · Direitos Autorais · Créditos · Contato
Entendendo a Evolução para Professores Início · Entendendo a Evolução Início

Veja outras opiniões do site Entendendo a Evolução

Tradução em espanhol do site Entendendo a Evolução para Professores da Sociedade Espanhola de Evolução Biológica.