Meso litoral

 

 
infra litoral
supra litoral

 
zonação

 

Região sujeita às flutuações da maré, submersa durante a maré alta e exposta durante a maré baixa. Seu limite superior é caracterizado, geralmente, pela ocorrência de cirripédios do gênero Chthamalus (cracas) e o inferior pela alga parda Sargassum sp.

É, provavelmente, o ambiente marinho mais conhecido e estudado. Os organismos sésseis desta região estão adaptados à esta variação diária e conseqüentemente à todas as mudanças físicas que isto implica. Também pela variação da maré, se restringem a um  período reduzido de alimentação e liberação de larvas, eventos dependentes da maré cheia. Já os organismos errantes, podem migrar para regiões inferiores na maré baixa, permanecendo assim, sempre submersos. Aqui se formam as "poças de maré", depressões onde a água do mar fica represada durante a maré baixa e que podem estar sujeitas a alta exposição ao calor,  sofrendo grandes alterações de temperatura e salinidade.


Foto: Fabiana Carvalhal  -   São Sebastião - SP

Rocha exposta durante a maré baixa. Reparar na anêmona, à esquerda, com os tentáculos contraídos para proteção contra dessecação.