Fatores bióticos

 

 
fatores  abióticos

 

zonação

 

início

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BIÓTICO (BIO = vida) - fatores ocasionados pela presença de seres vivos ou suas relações. 

As relações entre os organismos que vivem ou visitam o costão, se faz mais importante na distribuição destes à partir do médio litoral, passando a fator determinante do padrão de zonação no infra litoral. 

Entre as relações que existem entre os organismos de um costão, sem dúvida, a competição e a predação são as mais importantes. As interações simbióticas (do grego sym = juntos, bios=vida) ocorrem entre espécies que apresentam uma relação ecológica próxima.  São três, as categorias simbióticas:

- o comensalismo ocorre quando uma das espécies é beneficiada na relação e a outra, aparentemente, não é prejudicada e nem se beneficia. Neste caso, encontramos algumas espécies de algas epífitas que se fixam sobre a carapaça de animais (caranguejos, cracas), mas não interferem na atividade da espécie "hospedeira". 

-  o mutualismo é um tipo de simbiose em que ambas espécies se beneficiam na relação, mas de forma permanente e indispensável 'a sobrevivência dos indivíduos associados. No supra litoral, encontramos um exemplo: os líquens, organismos formados pela associação de algas azuis e fungos. As algas, através da fotossíntese, produzem matéria orgânica  utilizada pelo fungo que, por sua vez, facilita a absorção de água e nutrientes, aproveitados pelas algas.

- o parasitismo ocorre quando a relação entre as espécies favorece uma delas e prejudica a outra, pois, a espécie "parasita" vive e se alimentas às custas da espécie "hospedeira". Entretanto, esta relação não deve causar grandes prejuízos, pois, caso o hospedeiro morra, significará a morte do parasita também.