Relações humanas

 

características

 

biodiversidade

 

geologia

 

zonação

 

relações humanas

 

impactos ambientais

 

leitura recomendada

 

início

 

Nós, seres humanos, desenvolvemos a habilidade de nos relacionarmos com quase todas as espécies existentes no Planeta, mesmo aquelas que ainda não conhecemos. Da mesma forma, acabamos nos relacionando com a maioria dos ambientes que temos contato. Com o desenvolvimento tecnológico acabamos interagindo e usufruindo de locais que nunca imaginamos ter acesso.

O ambiente costeiro foi um dos primeiros em que estabelecemos uma relação de uso e apropriação. O uso, antigamente, significava sobrevivência e a apropriação, através do desenvolvimento de uma relação à partir do contato físico, intelectual e cultural. Os índios, as comunidades caiçaras e os primeiro imigrantes, se utilizavam de organismos do costão rochoso (peixes, pricipalmente) como fonte de alimento. Com o aumento da população e a descoberta, através da pesquisa científica, de diversos subprodutos provenientes destes organismos, surgiu a necessidade de desenvolver sistemas de  cultivo, para evitar o extrativismo excessivo.

Á partir da evolução das pesquisas, da aproximação e valorização dos costumes populares, abriu-se caminho para o estabelecimento de uma relação afetiva, buscando desenvolver o respeito ao ambiente pelo conhecimento e  contato direto. Isto foi possível através da educação ambiental e do lazer.