Ingresso no Doutorado - Perguntas Frequentes

 

Estas perguntas e respostas resumem as regras do exame de ingresso, que estão detalhadas nas Normas e Procedimentos do Programa. Consulte também o edital do exame.

 

Como posso ingressar no Doutorado?

Por meio de exame de seleção para ingresso que é coordenado e executado por uma comissão composta por três docentes credenciados no programa. Os candidatos são selecionados pela classificação neste exame, até o número de vagas disponíveis.

 

Quem pode se inscrever?

 Para o doutorado após o mestrado podem se inscrever os mestres ou alunos do curso de mestrado. Para o doutorado direto os graduados em nível superior ou alunos que estejam cursando o último semestre de curso de graduação, desde que tenham dois artigos científicos já publicados, no prelo ou comprovadamente aceitos para publicação em periódicos com fator de impacto maior ou igual a 1,0 (um), sendo que o candidato deve ser o primeiro autor em pelo menos um artigo com fator de impacto igual ou superior a 2,0 (dois).

 

No que consiste o exame de ingresso?

  • Comprovação de proficiência em inglês
  • Prova escrita de ecologia

 

Quais os documentos necessários para a inscrição no exame ?

  • Requerimento padrão
  • Curriculum Vitae ou Currículo Lattes do candidato
  • Certificado de proficiência em inglês
  • Para candidatos estrangeiros certificado de proficência em português (até o décimo quarto mês após o ingresso)
  • Cópias dos seguintes documentos:
    • Diploma da graduação
    • Histórico escolar da graduação
    • Para candidatos ao Doutorado Regular:
      • Histórico escolar da pós-graduação para candidatos a Doutorado Regular
      • Documentos comprobatórios do título de mestre ou comprovante de que está cursando
      • Dissertação de mestrado ou trabalho equivalente
    • Para Candidatos ao Doutorado Direto:
      • Dois artigos de sua autoria publicados, no prelo, ou aceitos em periódicos com impacto mínimo de 1,0, sendo primeiro autor em pelo menos um com fator de impacto igual ou superior a 2,0 (dois).
    • Para candidatos brasileiros natos ou naturalizados:
      • Cédula de identidade ou documento de indentidade válido com foto
      • CPF
      • Título de eleitor
      • Certificado de Reservista, para candidatos do sexo masculino
    • Para candidatos estrangeiros não naturalizados:
      • Passaporte

 

Necessito de um orientador para me inscrever?

Não. A inscrição não exige a anuência de orientador. No entanto, é altamente recomendável o contato imediato com o potencial orientador, uma vez que para a matrícula o estudante deverá ter o aceite de um deles. Você pode identificar orientadores com as linhas de pesquisa que interessam a você, e entrar em contato com eles para verificar se têm vaga de orientação e aceitam lhe orientar. A aceitação está a critério de cada orientador, mas normalmente envolve uma avaliação da aderência de seus interesses à linha de pesquisa dele(a), da definição de um projeto de dissertação, e de seu perfil acadêmico.

 

Quais são os orientadores do programa e quais suas linhas de pesquisa?

Aqui você tem a lista de orientadores, telefones e emails para contato, e links para suas páginas na internet. Sugerimos aos interessados em ingressar no Programa que entrem em contato com potenciais orientadores para obter maiores informações sobre os respectivos laboratórios, sistemas de orientação e projetos de pesquisa (aqui, incluir link para seção do site que apresenta lista de docentes credenciados). Também sugerimos que interessados em ingressar no Programa entrem em contato com alunos atuais e egressos para obter informações adicionais sobre o Programa, laboratórios e potencias orientadores. Se precisar de ajuda para entrar em contata com essas pessoas, escreva à secretaria do programa ou à representação discente.

 

O que é a comprovação de proficiência em inglês?

Apresentação, na inscrição, de um dos certificados especificados no edital, sem restrições de validade.

 

E se meu idioma nativo é o inglês?

 Candidatos que comprovarem que seu idioma nativo é o inglês, ou que tenham sido alfabetizados na língua inglesa podem solicitar da Comissão Coordenadora do Programa, no ato da inscrição, dispensa da apresentação do “Certificado de Proficiência em Língua Inglesa” para fins de ingresso no programa.

 

O que é a comprovação de proficiência em português?

Candidatos estrangeiros deverão demonstrar proficiência em língua portuguesa até o décimo quarto mês após o ingresso no curso.

Será aceito o certificado de proficiência em língua portuguesa para estrangeiros (Celpe-Bras), nível intermediário ou superior, ou Exame de Proficiência em Português aplicado pelo Centro Interdepartamental de Línguas da FFLCH-USP, sendo a nota mínima exigida igual a sete, sem restrição ao prazo de validade.

 

Como é a prova escrita?

Prova discursiva versará sobre a teoria e conteúdo abordados em três artigos científicos, sendo esperado que o candidato faça análise crítica dos artigos, segundo as instruções contidas na prova.  A duração da prova é de quatro horas.  O candidato deverá obter nota mínima 5,0 (cinco). Veja também as provas dos exames anteriores.

 

Quais os artigos para a prova escrita?

Consulte o edital do exame de ingresso.

 

Quais são os critérios de avaliação da prova escrita?

O objetivo da prova escrita é avaliar a capacidade de análise crítica de textos científicos, definida como a capacidade avaliar de maneira clara e fundamentada uma assertiva, pelas evidências que a sustentam e pelas conclusões que podem dela ser deduzidas. Os critérios que serão usados para avaliar as respostas são:

  • Reconhecimento da informação relevante para a análise solicitada;
  • Uso correto de conteúdos de conhecimento em ecologia e evolução;
  • Interpretação correta de dados e informações nos textos, e de sua importância para fundamentar os argumentos dos autores;
  • Identificação de premissas e valores nos textos;
  • Reconhecimento da existência, ou inexistência, de relações lógicas entre proposições nos textos;
  • Fundamentação lógica, teórica e empírica de suas proposições;
  • Uso adequado da linguagem escrita para expressar sua análise, com ênfase na clareza, precisão e concisão.

 

Como a prova é corrigida?

A correção é feita pela banca examinadora, que elabora a prova. A correção é cega e duplicada:

  • Correção cega: no início da prova você receberá um código numérico, que não será conhecido pela banca. Use apenas este código para se identificar na prova, e guarde-o em sigilo. Na divulgação da nota da prova este código será usado, e não o seu nome.
  • Correção dupla: cada questão é corrigida independentemente por pelo menos dois membros da banca. Se houver discrepância de notas, uma terceira correção é feita. Se a discrepância persistir, a banca discute a correção e busca um consenso.

 

O que é o pré-projeto de tese?

O pré-projeto de tese  deve ser apresentado na matrícula inicial, deverá ter sido previamente discutido com o(a) orientador(a) e conter no máximo 2000 palavras, fonte Times New Roman, espaço 1.5 e deverá conter: título, contexto teórico, justificativa, hipóteses e objetivos do trabalho  a ser desenvolvido, predições ou resultados esperados, bem como uma proposta inicial do delineamento amostral/experimental e um cronograma de desenvolvimento das atividades dentro dos prazos estabelecidos para conclusão do Doutorado ou Doutorado direto. 

 

Quem é aprovado no exame?

Todos os candidatos que tenham comprovado a proficiência na língua inglesa e obtenham a nota 5,0 (cinco) na prova escrita.

 

Todos os aprovados ingressam no programa?

Não necessariamente, pois isto depende do número de vagas, que são preenchidas pela ordem de classificação dos aprovados. O número de vagas é divulgado no edital.

 

Quando ocorre a seleção?

O processo seletivo para ingresso no curso de Doutorado em Ecologia será efetuado duas vezes por ano, segundo o calendário estabelecido pela Comissão Coordenadora do Programa, disponível nesta página.

  

Há bolsas de estudo ?

O Programa possui uma quota de bolsas-quota institucionais, mas não há garantia de que elas sejam suficientes. Os alunos melhor classificados no exame de ingresso têm precedência na concessão destas bolsas (veja aqui).

O aluno contemplado deverá conhecer e aceitar as normas de concessão estabelecidas pelas agências financiadoras (CNPq/CAPES), através da assinatura do Termo de Compromisso.

 Outras bolsas poderão ainda ser pleiteadas pelo orientador diretamente junto a outras Instituições, como a FAPESP.