Friesella schrottkyi (Friese, 1900)

Nome popular : MIRIM PREGUIÇA

Taxonomia

.Hymenoptera
.Apoidea
.Apidae
.Meliponini
Nome científico: Friesella schrottkyi (Friese, 1900).
Nome popular: Mirim preguiça (Nogueira-Neto, 1970).

Distribuição geográfica

Espírito Santo, Minas Gerais e São Paulo (Silveira et al., 2002).Paraná (Imperatriz-Fonseca, inf. pess.)

Ecologia

Abelhas sociais, muito mansas (Nogueira-Neto, 1970). As operárias de suas colônias podem botar ovos reprodutivos em curtos períodos da vida adulta e podem ocorrer câmaras reais onde rainhas virgens são mantidas (Imperatriz-Fonseca & Kleinert, 1998). Os ninhos são encontrados em ocos pequenos; comuns em moirões de cerca, paredões de pedra e outros, sendo suas entradas pequenas, pouco salientes e construídas de cera branca ou branco-amarelada. As abelhas fecham a entrada do ninho à noite. Apresentam favos de cria irregulares, podendo ser helicoidais, horizontais ou não ter forma definida; apresentam células reais, mas não há invólucro. Os potes de alimento medem cerca de 0,5 cm de altura e existem cabos de cerume na colméia que são relativamente longos (Nogueira-Neto, 1970). As colônias apresentam cerca de 300 abelhas (Ihering in Nogueira-Neto, 1970).

Referência
Imperatriz-Fonseca VL, Kleinert AMP 1998. Worker reproduction in the stingless bee species Friesella schrottkyi (Hymenoptera : Apidae : Meliponinae). Entomologie generale 23 (3): 169-175.
Nogueira-Neto, P. 1970. A criação de abelhas indígenas sem ferrão (Meliponinae). Editora Chácaras e Quintais, São Paulo, Brasil. 2ª edição, 365p.

Fotos de espécimes da coleção

operária - vista frontal
operária - vista lateral
operária - asa
operária - perna posterior
macho - vista frontal
macho - vista lateral
Fotos: Sylvia Maria Matsuda - Laboratório de Abelhas

Fotos de entradas e interior do ninho

entradas de colmeias
interior da colmeia
Fotos: Laboratório de Abelhas

Espécies vegetais utilizadas por esta espécie para forrageamento e nidificação

Referências Bibliográficas

home